Campo de Marte (Paris)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vista do nível mais alto da Torre Eiffel, com o Campo de Marte no primeiro plano, e a Torre Montparnasse ao fundo. A Escola Militar é a terceira estrutura de cima para baixo.

O Campo de Marte (em francês Champ de Mars) é uma das maiores áreas verdes em Paris, França, localizada no sétimo distrito (arrondissement), entre a Torre Eiffel a noroeste e a Escola Militar a sudeste.

Origem do nome[editar | editar código-fonte]

Há uma relativa controvérsia quanto à origem do nome. Para alguns, o nome seria uma homenagem direta a Marte, o deus romano da guerra, enquanto para outros, deve sua origem ao Campo de Marte, uma zona da Roma antiga.

Enfim, direta ou indiretamente, Campo de Marte deve seu nome ao deus Marte, já que o campo romano foi batizado em homenagem àquele.

Breve histórico[editar | editar código-fonte]

Em seus primórdios, que remontam ao século XVI, a paisagem desta vasta esplanada era basicamente ocupada por vinhedos e pomares. Já no século XVIII, o exército francês o utilizara como campo de treinamento, devido à sua grande extensão, que poderia abrigar facilmente dez mil homens prontos para o combate. Nesse período, fora cercado por grandes barras de ferro forjado.

Sua magnificência não escapara aos olhos dos líderes da época, que prontamente o utilizaram em todas as grandes comemorações, desde 1790 até hoje.

Em 1790, Talleyrand, então bispo de Autun, organizara o ancestral do grande festival nacional da França de 14 de julho, celebrado anualmente em comemoração da tomada da Bastilha. Esse festival, chamado Festa da Federação, reuniu trinta mil espectadores, que da tribuna instalada em frente à Academia Militar, assistiram a uma cerimônia grandiosa orquestrada por 300 padres e a um coral composto por centenas de crianças. No dia 17 de julho de 1791 uma multidão se juntou no Campo de Marte pedindo a assinatura de uma petição para remoção do rei Louise XVI. Sobre a ordem de Marquis de la Fayette a guarda nacional abriu fogo contra a multidão matando 50 pessoas. isso ficou conhecido como "o massacre do Campo de Marte". Em 1837 um gigantesco baquete fora preparado para o casamento do Duque de Orleans.

Em 1889, data em que fora concluída a construção da Torre Eiffel, o Exército cedeu o Campo de Marte à cidade de Paris, que confiou sua transformação ao arquiteto Jean-Camille Formigé, que idealizou o Jardim das Serras de Auteil.

Atualidade[editar | editar código-fonte]

Sua extensão fora significativamente reduzida de seus 42 hectares originais. Com a especulação imobiliária, no séc. XX, o parque cedeu parte de sua área à construção de imóveis situados nas avenidas Suffren e Bourdonnais.

Hoje conta com 24,5 hectares. Situado numa das mais belas regiões da cidade, está permanentemente aberto, podendo ser visitado tanto de dia como de noite.

Muitos eventos continuam a fazer bom proveito da magnífica perspectiva que se estende da École Militaire à Torre Eiffel, particularmente os enormes concertos que atraem grandes nomes da música, dos Três Tenores ao maestro Seiji Ozawa.

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Campo de Marte