Canal Bruxelas-Charleroi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Localização do Canal Bruxelas-Charleroi na Bélgica

O canal Bruxelas-Charleroi é um canal belga que faz a ligação entre Bruxelas e Charleroi numa extensão de 74 km, inscrevendo-se num eixo norte-sul que liga o porto de Antuérpia, pelo canal marítimo Bruxelas-Escalda, aos vales dos rios Sambre e Mosa (Charleroi, Namur, Liège) e a Mons e ao norte de França (Lille, Dunquerque), pelo canal do Centro.

Desde 1968 tem um gabarito de classe IV, acessível a embarcações de 1350 toneladas.

Atravessa as três regiões da Bélgica, razão pela qual é gerido por três entidades diferentes ligadas à Valónia, Flandres e Bruxelas.

O plano inclinado de Ronquières é a obra de arte mais notável do canal Bruxelas-Charleroi, vencendo um desnível de aproximadamente 68 metros.

História[editar | editar código-fonte]

O canal Bruxelas-Charleroi abriu em 1832 para tráfego de embarcações de 70 toneladas. Mais tarde sofreu obras de beneficiação para poder receber embarcações de 300 toneladas.

Características técnicas actuais[editar | editar código-fonte]

Plano Inclinado de Ronquières
Grande trincheira de Godarville
Eclusa de Ittre
  • Largura do canal de navegação: 50 m
  • Largura na soleira: 28 m
  • Profundidade mínima: 3 m
  • Secção molhada corrente: 125 m²
  • Calado autorizado: 2,50 m
  • Tirante de ar mínimo: 5,50 m

Cotas[editar | editar código-fonte]

  • Charleroi: 100,60 m (bacia do Mosa)
  • Ronquières: 120,45 m (ponto culminante)
  • Bruxelas: 13,30 m (bacia do Escalda)

Obras de arte[editar | editar código-fonte]

Os desníveis são vencidos por 10 eclusas e um plano inclinado.

Valónia:

  • Marchienne: Eclusa n.º 1 (85,11 m x 11,50 m) – desnível de 5,45 m
  • Gosselies: Eclusa n.º 2 (85,80 m x 11,50 m) – desnível de 7,20 m
  • Viesville: Eclusa n.º 3 (85,92 m x 11,50 m) – desnível 7,20 m
  • Ronquières: Plano inclinado n.º 4 – (2 caixões de 87,00 m x 12,00 m) – desnível de 67,73 m
  • Ittre: Eclusa n.º 5 (90,00 m x 12,00 m) – desnível de 14,00 m

Flandres:

  • Lembeek: Eclusa n.º 6 (81,60 m x 10,50 m) – desnível de 7,00 m
  • Halle: Eclusa n.º 7 (81,60 m x 10,50 m) – desnível de 3,30 m
  • Lot: Eclusa n.º 8 (81,60 m x 10,50 m) – desnível de 3,70 m
  • Ruisbroek: Eclusa n.º 9 (81,60 m x 10,50 m) – desnível de 3,70 m

Bruxelas:

  • Anderlecht: Eclusa n.º 10 (81,60 m x 10,50 m) – desnível de 3,70 m
  • Molenbeek-Saint-Jean: Eclusa n.º 11 (81,60 m x 10,50 m) – desnível de 4,70 m

Existe igualmente, em Seneffe uma comporta de segurança no troço entre a eclusa n.º 3 e o plano inclinado de Ronquières.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Le canal de Charleroi à Bruxelles. Traces 4. Ministère wallon de l'Équipement et des Transports & La Renaissance du Livre, 2001. ISBN 2-930148-52-7

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Canal Bruxelas-Charleroi