Canato de Chagatai

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde outubro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Canato de Chagatai, Século XIII

O Canato de Chagatai (pronúncias alternativas: Chagata, Chugta, Chagta, Djagatai, Djaghatai, Jagatai) foi um dos quatro reinos (ou canatos) sucessores do Império Mongol criado pelo conquistador Gengis-Khan. Seu nome vêm de Chagatai, um dos filhos de Gengis-Khan e Börte, que o herdou após a morte do pai. O seu território abrangia a Transoxiana, o norte do Irã e parte do Turquestão, e tinha como principais cidades Samarcanda e Bucara. Ao norte fazia fronteira com a Canado da Horda Dourada, a leste com o Grão Canato, a sul e oeste com o Ilcanato e a sul com o Sultanato de Rum.

Após a morte de Chagatai em 1242, os mongóis dispersaram-se, e a unidade política do reino enfraqueceu grandemente. Como era usual entre os povos mongóis, os chagatai dividiram-se em tribos e clãs semi-independentes, cujas rivalidades surgiam com frequência e violência, e a entidade política de Chagatai manteve-se apenas pela memória das glórias de Gengis-Khan e o respeito pelo seu filho.

O reino de Chagatai viu seu apogeu sob a liderança de Tamerlão, quando expandiu seu território das fronteiras da Anatólia e da Síria a leste e Deli a oeste, do Turquestão e do sul da Rússia ao norte e a Pérsia ao sul. Porém, com a morte de Tamerlão em 1405, os chagatai mais uma vez viram-se divididos e foram rapidamente conquistados e assimilados pelos povos invasores e por seus vizinhos ainda durante o início do século XV.

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.