Candaules

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Candaules, chamado Mírsilo pelos helenos, era o suserano de Sardes; ele descendia de Alcaios, filho de Héracles; Ágron, filho de Nino (o filho de Belo, que por sua vez era filho de Alcaios) foi o primeiro heráclida rei de Sardes, e Candaules, filho de Mirsos, foi o último. Os reis dessa região antes de Ágron eram descendentes de Lidos, filho de Átis, do qual todo o território lídio tirou o seu nome (antes disso ele era chamado terra dos méios). E destes os Heráclidas, descendentes de Héracles e de uma escrava de Iárdano, receberam o poder e o exerceram em virtude de um oráculo; eles governaram durante vinte e duas gerações, ou quinhentos e cinco anos, filho sucedendo a pai, até Candaules, filho de Mirsos.

Ele foi sucedido por Giges, que o assassinou e casou-se com sua esposa[1] .

Referências

  1. Histórias, I.1.8-12, por Heródoto
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Candaules