Caneta-tinteiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Caneta-tinteiro

[1] Caneta-tinteiro (português brasileiro) ou caneta de tinta permanente (português europeu) é uma caneta que contém um reservatório recarregável de tinta.


As canetas-tinteiro, com reservatório, são mais recentes. Nos primeiros anos do século XX ainda eram usadas as canetas simples de molhar no tinteiro. Até as carteiras escolares dessa época ainda têm um orifício onde se colocava o tinteiro. Elas vão aparecer depois da guerra.

Tintas[editar | editar código-fonte]

Tinta com particulas de ferro para canetas-tinteiro,garrafa 0,5 litro, de 1950 com caixa.

As tintas para uso com canetas tinteiros são baseadas em água. Essas tintas geralmente estão disponiveis em garrafas. Os cartuchos só começaram a serem utilizadas nos anos 1960, mas tintas engarrafada aindas são o principal para entusiastas de canetas-tinteiro. Tintas em garrafas custam menos do que tintas em cartucho e oferecem uma variedade maior de cores.


As canetas-tinteiro usam tinta à base de água e pigmentos colorantes, entre eles a nanquim.

É usada, entre outros fins, para a prática da caligrafia juntamente com a pena de escrever, a sua predecessora.

Se algo de errado fosse escrito ou se a tinta derramasse, era necessário usar o mata-borrão. A função do mata-borrão, era tirar o excesso de tinta da escrita, pois corria-se o risco de a tinta se espalhar sobre a folha, criando um "borrão", que dificultava ou impedia a sua leitura.

Material[editar | editar código-fonte]

As canetas-tinteiro usam vários tipos de material. Esses materiais são em geral plástico e metal, nas canetas mais simples. Já as canetas de maior valor são manufaturadas em acrílicos de melhor qualidade, celulóide, assim como metais nobres como a prata e ouro.

Na antiguidade eram usados madeira, bambu e penas de aves para escrever. Havia uma técnica especial para o corte das pontas. As de penas se desgastavam, e constantemente era preciso afinar a ponta, tal como hoje se faz ponta no lápis. Nenhum desses instrumentos de escrita possuía reservatório interno de tinta.tambem por ser feito de petroleo que vem da cor

Caneta-tinteiro para Desenho[editar | editar código-fonte]

Caneta-tinteiro para Desenho ou simplesmente Caneta Nanquim é um tipo de caneta-tinteiro utilizada para desenho técnico e para desenho artístico.

As canetas nanquins, em geral, são compostas de uma pena cilíndrica, um sistema de escoamento da tinta e um recipiente que serve de tinteiro. São fabricantes de canetas nanquim para desenho: Graphos, Trident, Desegraph, Staedtler, Rötring.

Com a popularização dos sistemas CAD e dos métodos de plotagem eletrônica o uso de canetas deste tipo vem se restringindo praticamente ao desenho artístico, sendo cada vez menos utilizado na engenharia, arquitetura e design.

Referências

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Caneta-tinteiro
Ícone de esboço Este artigo sobre um objeto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.