Canto dos Malditos na Terra do Nunca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Canto dos Malditos na Terra do Nunca
Andrea Martins em Feira por Luiz Smera
Informação geral
Origem Salvador, Bahia
País  Brasil
Gênero(s) Rock alternativo, hard rock, grunge
Período em atividade 20032007

2013Atualmente

Gravadora(s) Warner Music
Epic Records
Ex-integrantes Andréa Martins
Danilo
Helinho
David
Léo

Canto dos Malditos na Terra do Nunca, abreviado como CMTN, foi uma banda brasileira de rock alternativo conhecida pela grave voz de sua vocalista Andréa e pelas canções, combinando letras poéticas e guitarras pesadas. O nome da banda é uma dupla homenagem: ao livro "Canto dos Malditos", de Austregésilo Carrano Bueno (que inspirou o filme Bicho de Sete Cabeças); e à "Terra do Nunca" (Neverland) de "Peter Pan" (do autor britânico J. M. Barrie), um mundo imaginário onde a realidade se confunde com a fantasia.

História[editar | editar código-fonte]

Andréa Martins faz música desde pequena. “Eu costumava escrever umas coisas e cantava. Quando aprendi a tocar violão, senti necessidade de musicar aquilo que vinha na cabeça.” Da cabeça da vocalista passando por sua voz e direto para as mãos de Helinho, Danilo, David e Leo, a melodia do Canto dos Malditos na Terra do Nunca nasce inesperada, com vida própria. “Parece que tudo vai sendo gravado na cabeça, no inconsciente, e de repente sai. Tem melodia que chega batendo brutal no peito”, diz Andréa. A banda existe desde 2003. Depois de 2 Eps gravados, abertura para os gringos do Placebo e presença no Banda Antes MTV, a banda finalmente registra sua estréia oficial em estúdio. Em outubro de 2006, é lançado nas lojas pela Warner Music “Canto dos Malditos na Terra do Nunca”. As 12 faixas foram compostas por Andréa (uma delas feita em parceria com Helinho) e produzidas por Carlos Eduardo Miranda e Tomaz Magno. O cd traz as músicas dos dois Eps acompanhadas por mais duas inéditas, sendo uma delas “Descansar”, com participação do irmão de Andréa, Ronei Jorge. As letras sobre um amor maldito, o vocal feminino grave e as microfonias inquietas se juntaram em palcos pelo país, fazendo render a indicação para o prêmio de banda revelação do Video Music Brasil 2006 da MTV, com o clipe de “Olha Minha Cara”. Além da indicação, a audiência da MTV colocou o clipe entre os mais pedidos da programação diária da emissora por mais de três meses. Se em 2006 o Canto dos Malditos fez uma estréia corajosa, sincera e intrigante, 2007 já começa surpreendente.

Em janeiro desse ano, o CMTN estreou o cd homônimo oficialmente no ciberespaço, com uma Tour Virtual de seis shows no teatro da Rádio Mix. As apresentações foram transmitidas ao vivo pela internet e assistidas por mais de 14 mil internautas. Ainda no mesmo mês, a banda abriu para os canadenses do Simple Plan no Rio de Janeiro e em São Paulo. Mas foi no Festival de Verão de Salvador que o CMTN ouviu suas músicas na voz de mais de 3 mil pessoas. E pra Andréa, qual é a sensação de subir no palco e vivenciar isso? “Fico pensando: nossa, eu fiz essas letras no meu quarto, num momento íntimo, e agora isso tá na boca das pessoas. Eu fiz a música a partir de uma sensação e estou provocando outra nas pessoas, é incrível.” Se fazer dueto com o público é compartilhar uma emoção ao mesmo tempo íntima e coletiva, como foi pra vocalista cantar “Luz dos Olhos” com Nando Reis no Luau MTV? “Não acreditei quando me falaram que ia rolar. Na hora que estávamos contando juntos, senti até um desconforto no começo, pela importância do momento. Depois, não queria mais que a música acabasse.” O CMTN estourou num espaço curto de tempo. Com sabor de princípio cartesiano, Andréa arrisca uma explicação: “Não faço música programada, faço musica porque sinto.” P.S.: “Canto dos Malditos” vem do título do livro escrito por Austregésilo Carrano Bueno, que inspirou o filme “Bicho de Sete Cabeças”. “Terra do Nunca” é o famoso reduto do personagem clássico Peter Pan.

O fim da banda[editar | editar código-fonte]

Quando a banda foi fundada, eles tinham o objetivo de irem morar em São Paulo. Depois que a banda atingiu um certo sucesso na capital paulista, a inviabilidade da ida para São Paulo acabou por encerrar as atividades da banda. No fotolog da banda disseram que cada um iria seguir sua carreira e que todos se dão bem. No dia 7 de fevereiro de 2012 a banda anuncia a promoção de um show de reunião a ser realizado com formação original, após 4 anos de sua dissolução. O evento ocorre no dia 3 de março de 2012, no Groove Bar, em Salvador.

O retorno da banda[editar | editar código-fonte]

No final de 2013 a banda novamente se reuniu e voltou a realizar shows. Em março de 2014 deu-se início à turnê "O Que Te Faz Voltar", homônima à música, na qual foram feitos shows no interior do estado da Bahia, passando pelas cidades de Bom Jesus da Lapa, Caetité, Vitória da Conquista, Camaçari, Jequié, Ilhéus,Teofilândia e encerrando com chave de ouro em Feira de Santana. Durante a turnê foram gravados vídeos que, segundo a produção, serão usados no DVD da banda que prometeu voltar a ativa no mesmo ano (2014) lançando novas músicas e um novo EP.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

  • Olha Minha Cara (2006)
  • Sinta Vontade de Ficar (2007)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]