Canvas (HTML5)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde abril de 2012).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.

Canvas é um elemento da HTML5 destinado a delimitar uma área para renderização dinâmica de gráficos. Todo o trabalho de criação e animação é realizado atráves de linguagens de programação dinâmica (usualmente Javascript). [1]

O elemento foi originalmente introduzido pela Apple Inc. para o navegador Safari. As aplicações da Mozilla ganharam suporte ao canvas começando pelo Gecko 1.8 (Firefox 1.5). O Internet Explorer possui suporte ao elemento a partir da versão 10. Para adicionar suporte as versões anteriores desse navegador, basta incluir um script feito pela Google chamado Explorer Canvas. Google Chrome e Opera também suportam o canvas.[2]

Exemplo[editar | editar código-fonte]

O código a seguir cria um elemento Canvas em uma página HTML5:

<canvas id="exemplo" width="200" height="200">
Este texto é exibido caso o navegador não tenha suporte ao Canvas.
</canvas>

Usando JavaScript, você pode desenhar no canvas:

var exemplo = document.getElementById( 'exemplo' ),
    contexto = exemplo.getContext( '2d' );
 
contexto.fillStyle = 'red';
contexto.fillRect( 30, 30, 50, 50 );

Esse código desenha um retângulo vermelho na tela.

Contextos[editar | editar código-fonte]

A especificação para a HTML5 prevê dois contextos de criação: o contexto bidimensional e o contexto tridimensional.

O contexto bidimensional destina-se à criação de imagens em duas dimensões x e y, segundo um sistema de eixos cartesianos, cuja origem é no canto superior esquerdo da área de criação, com as coordenadas x crescendo da esquerda para direita e y de cima para baixo.

O contexto tridimensional destina-se à criação de imagens em três dimensões com acréscimo do eixo z no sentido da profundidade. [3]

Suporte[editar | editar código-fonte]

  • Internet Explorer 10+
  • Mozilla Firefox 3.6+
  • Safari 3.2+
  • Google Chrome 10+
  • Opera 10.6+[4]

Referências

  1. W3C - Working Draft
  2. Mozilla Developer Network
  3. Silva, Maurício Samy, HTML5 - A linguagem de marcação que revolucionou a web, São Paulo, Novatec Editoria, 2011, ISBN 978-85-7522-261-4
  4. When can I use - Compatibility tables for support of HTML5, CSS3, SVG and more in desktop and mobile browsers.

Ver também[editar | editar código-fonte]