Carbonato de estrôncio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Junho de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Carbonato de estrôncio
Alerta sobre risco à saúde
SrCO3.jpg
Sr2+.svg Carbonate.svg
Nome IUPAC Strontium Carbonate
Identificadores
Número CAS 1633-05-2
Propriedades
Fórmula molecular SrCO3
Massa molar 147.63 g/mol
Aparência pó branco ou cinza
Odor inodoro
Densidade 3,74 g·cm-3[1]
Ponto de fusão

1497 °C (6 MPa)[1]

Ponto de ebulição

Decompõe-se a 1200 °C[1] em SrO + CO2

Solubilidade em água Praticamente insolúvel (0,01 g·l-1)[1]
Riscos associados
MSDS MSDS (em inglês)
NFPA 704
NFPA 704.svg
0
1
0
 
Ponto de fulgor Não aplicável
Compostos relacionados
Outros catiões/cátions Carbonato de rubídio
Carbonato de cálcio
Carbonato de bário
Carbonato de ítrio
Compostos relacionados Óxido de estrôncio
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Carbonato de estrôncio (SrCO3) é um sal que tem a aparência de um pó branco ou cinza, e ocorre naturalmente no minério estroncianita.

Propriedades químicas[editar | editar código-fonte]

Carbonato de estrôncio é pó branco ou acinzentado, inodoro e sem sabor. Sua composição química é: C 8.14% O 32.51% Sr 59.35%. Sendo um carbonato, é uma base fraca e consequentemente é reativo com ácidos. É por outro lado estável e seguro de ser manuseado. É praticamente insolúvel em água (1 parte em 100000). A solubilidade aumenta significativamente se a água é saturada com CO2, para 1 parte em 1000. É solúvel em ácidos diluídos.

Preparação[editar | editar código-fonte]

Ainda que ocorra como mineral, o carbonato de estrôncio é preparado sinteticamente por uma de duas maneiras. A primeira das quais é do naturalmente ocorrente mineral celestina também conhecido como sulfato de estrôncio (SrSO4) ou pelos sais solúveis de estrôncio por reação em solução com um carbonato solúvel (usualmente carbonatos de sódio ou amônio). Por exemplo se carbonato de sódio for usado em solução com nitrato de estrôncio:

Sr(NO3)2 (aq) + Na2CO3 (aq) → SrCO3 (s) + 2 NaNO3 (aq).

Usos[editar | editar código-fonte]

Ácido nítrico reage com carbonato de estrôncio para formar nitrato de estrôncio.

O uso mais comum é como um barato corante em fogos de artifício. Estrôncio e seus sais emitem uma brilhante cor vermelha quando em chamas. Diferentemente de outros sais de estrôncio, o carbonato é geralmente preferido devido ao seu custo e ao fato que ele não é higroscópico. Sua habilidade para neutralizar ácidos é também útil em pirotecnia. Outra aplicação similar é em sinalizadores.

Carbonato de estrôncio é usado em aplicações em eletrônica. É usado para produzir superfícies em tubos de raios catódicos para absorver elétrons resultantes do cátodo.

Ele é usado na preparação de vidro iridescente, pinturas luminosas, óxido de estrôncio ou sais de estrôncio e no refino de açúcar.

Por causa de seu status como uma fraca base de Lewis, o carbonato de estrôncio pode ser usado para produzir muitos compostos diferentes de estrôncio pela simples reação com o ácido correspondente.

Ele também é usado na produção de ferritas de estrôncio para magnetos permanentes os quais são usados em alto-falantes e magnetos de uso em portas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Registo de Strontiumcarbonat na Base de Dados de Substâncias GESTIS do IFA, accessado em 3 de Setembro de 2007
Ícone de esboço Este artigo sobre um composto inorgânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.