Cardiopatia congênita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Congenital heart defect
Classificação e recursos externos
CID-10 Q20.q-Q26.q
CID-9 745-747
DiseasesDB 17017
MeSH D006330
Star of life caution.svg Aviso médico
Crystal Clear action find.png
Este artigo ainda não tem fontes. Providencie fontes fiáveis e independentes no corpo do texto, citadas em uma seção própria ou através de notas de rodapé
Crystal Clear action find.png

Cardiopatia congênita é a doença na qual há anormalidade da estrutura ou função do coração, que está presente no nascimento, mesmo que descoberta muito mais tarde.


Causas

de pré-excitação ventricular ou as fases iniciais de uma Cardiopatia hipertrófica, podem passar completamente despercebidas nos primeiros anos de vida e mesmo assim podem ser classificadas como cardiopatias congênitas.

Tipos de cardiopatia congênitas[editar | editar código-fonte]

São sintomas comuns das doenças:

Prognóstico[editar | editar código-fonte]

O prognóstico, previsão de evolução, também é muito variável. Existem doenças que não alteram tempo ou qualidade de vida, mas existem doenças que nas quais é impossível a vida extraútero. Entre estes dois extremos há uma infinidade de nuances possíveis de apresentações clínicas e de perspectiva de vida.

Tratamento[editar | editar código-fonte]

O tratamento ideal é a correção do defeito estrutural. Conforme o caso, pode-se precisar de cirurgia imediata ou aguardar meses ou anos para a cirurgia. Conforme o caso, a intervenção pode ser feita intra-útero. Cada apresentação clínica tem particularidades quanto aos medicamentos ou outras medidas indicados.

Conscientização[editar | editar código-fonte]

Em alguns lugares do Brasil como São Paulo, Mato Grosso e Rio de Janeiro o dia 12 de Junho se tornou dia de Conscientização da Cardiopatia Congênita.

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

[carece de fontes?]