Carga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Representação de carga de cor

Na física, uma carga pode se referir a coisas diferentes, a depender do ramo da física a qual se refere: como carga elétrica para o eletromagnetismo ou carga de cor para a cromodinâmica quântica. Uma carga sempre está associada à números quânticos.

Definição formal[editar | editar código-fonte]

Representação de uma carga elétrica negativa

Uma carga pode ser definida como um gerador de uma simetria continua do sistema físico sob estudo. Quando um sistema físico possui uma simetria o teorema de Noether determina que existe necessariamente uma corrente conservada. A carga é o que flui pela corrente e a carga é o gerador pelo grupo simétrico local.

Logo, para a carga elétrica é o gerador da simetria do grupo circular do eletromagnetismo e a corrente conservada é a corrente elétrica.

Para o caso de simetrias dinâmicas locais associadas à cada carga, dá-se o nome de campo de gauge. Quando quantizado, campo de gauge se torna um bosão de gauge. Logo o campo de gauge do eletromagnetismo é o campo eletromagnético e o bosão de gauge é o fóton.

Por vezes o termo carga é utilizado como sinônimo de gerador em referência ao gerador da simetria. Mais precisamente, quando o grupo simétrico é um grupo de Lie, então as cargas são entendidas como correspondentes do sistema de raiz do grupo de Lie.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.