Carl von Linné (filho)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Retrato de Linné le Jeune por Jonas Forslund

Carl von Linné Filho ou Carolus Linnaeus Filho (Falun, 20 de janeiro de 1741Uppsala, 1 de novembro de 1783) foi um naturalista sueco, filho do famoso sistemático de mesmo nome Carl von Linné ou Carolus Linnaeus (1707-1778).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ingressou na Universidade de Uppsala com a idade de nove anos onde os estudantes de seu pai, entre eles: Pehr Löfling (1729-1756), Daniel Solander (1733-1782) e Johann Peter Falck (1732-1774), ensinaram-lhe ciências. Em 1763, com 22 anos, sucedeu seu pai na cadeira de medicina prática em Uppsala. A sua nomeação como professor, sem passar por exames e nem ter defendidos alguma tese, valeu-lhe o ressentimento dos seus colegas.

A sua obra é modesta, comparada à de seu pai. Sua obra mais conhecida é "Supplementum Plantarum systematis vegetabilium", publicada em 1781, que contém as descrições botânicas de Linné pai e de seus colegas, editado com adições próprias.

Herdou de seu pai imensas coleções científicas e correspondências, que trabalhou para preservá-las. Quando morreu precocemente, sem filhos, em 1783, de uma icterícia contraída durante uma visita à Londres, sua mãe (Sara Elisabeth Moraea) vendeu as suas coleções para o botânico inglês Sir James Edward Smith que, seguidamente, as doou para a Sociedade Linneana de Londres.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]



Wikipedia-pt-hist-cien-logo.png Portal de história da ciência. Os artigos sobre história da ciência, tecnologia e medicina.