Carlo Petrini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Carlo Petrini é um jornalista italiano que fundou o movimento internacional Slow Food e foi uma das pessoas que encampou uma série de ações contra o fastfood, em especial contra o McDonald's quando este abriu uma lanchonete no centro histórico de Roma.

Petrini também criou a Universidade de Ciência Gastronômica, com unidades instaladas no Palazzo Ducale di Colorno, em Colorno, na região de Parma, e no Castello di Pollenzo, em Pollenzo, no Piemonte. Publicou vários livros e fundou a Editora Slow Food.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Slow Food: Princípios da Nova Gastronomia, Editora Senac SP, 2009, ISBN 9788573598872 (em português)
  • Slow Food Nation: Why Our Food Should Be Good, Clean, and Fair, Rizzoli, May 2007, ISBN 0847829456
  • Slow Food Revolution: A New Culture for Dining and Living in conversation with Gigi Padovani, Rizzoli , September 2006, ISBN 0847828735 (em inglês)
  • Slow Food: The Case for Taste (Arts & Traditions of the Table: Perspectives on Culinary History), Columbia University Press , April 2003, ISBN 0231128444 (em inglês)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.