Carlos de Valois

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Carlos (conde de Valois))
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde outubro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Efígie de Carlos de Valois na Basílica de Saint-Denis.

Carlos de Valois (12 de Março de 127016 de Dezembro de 1325) foi filho da França e patriarca da Casa de Valois.

Biografia[editar | editar código-fonte]

O quarto filho do rei Filipe III da França com sua primeira esposa, Isabel de Aragão, Carlos foi conde de Valois, d'Alençon, de Chartres e do Perche; e, por seu primeiro casamento, conde d'Anjou e do Maine.

Ele foi filho, irmão, cunhado e genro de reis e rainhas (da França, de Navarra, da Inglaterra e de Nápoles), assim como, após sua morte, pai de um rei. Contudo, durante toda sua vida, ele sonhou e planejou ganhar uma coroa, embora sem sucesso.

Em 1284, o papa Martim IV reconheceu-o como rei de Aragão (sob vassalagem papal) como neto de Jaime I de Aragão, em concorrência com seu tio, Pedro III, que, após conquistar a ilha da Sicília, tornou-se inimigo do papado. Em 16 de Agosto de 1290, em Corbeil, Essone, Carlos se casou com Margarida d'Anjou, filha do rei Carlos II de Nápoles, Sicília e Jerusalém, que era apoiado pelo Papa. Graças a esta cruzada contra Aragão, empelida por seu pai, ele pensou que ganharia um reino, mas não ganhou nada além da ridicularização ao ser coroado com um chapéu cardinalício, em 11 de Junho de 1284, em Lers, na Catalunha, o que lhe rendeu o apelido de rei do chapéu. Ele nem se atreveu a usar o selo real feito para a ocasião e teve que desistir do título, o que fez em Junho de 1295. Em recompensa, seu sogro lhe cedeu os condados d'Anjou e do Maine, esperando obter a libertação de seus três filhos, que eram reféns de Afonso III de Aragão.

Sua maior habilidade era como comandante de batalha. Ele comandou em Flandres com distinção, em 1297. Seu irmão, Filipe IV, decidiu, bastante precipitadamente, a partir disto, que seu irmão poderia liderar uma campanha na Itália.

Carlos de Valois e o papa Bonifácio VIII.

Carlos então contemplava a coroa imperial e, em 18 de Fevereiro de 1301, casou com Catarina de Courtenay, neta e herdeira do último imperador latino de Constantinopla, Balduíno II. Ele precisava da cumplicidade do Papa, o que obteve ao liderar um exército para ajudar seu antigo sogro Carlos II de Nápoles. Eleito vigário pontifical, perdeu-se no enredamento da política italiana, foi comprometido num massacre em Florença e em negócios financeiros ilegais, ganhou a Sicília, onde consolidou sua reputação como saqueador, e voltou para a França desacreditado, em 1302.

Carlos começou a ambicionar uma coroa novamente quando o imperador eleito Alberto de Habsburgo morreu, em 1308. Seu irmão Filipe IV o encorajou nisto, não desejando arriscar a si mesmo. A candidatura fracassou com a eleição de Henrique VII.

Em Junho de 1308, Carlos casou-se com Matilde de Châtillon, filha de Guido III de Châtillon, conde de Saint-Pol, e de Maria da Bretanha. Em 1311, liderou a delegação real para as conferências em Tournai com os flamengos; ali enfrentou Enguerrando de Marigny, que o eclipsou claramente. Carlos não o perdoou pela afronta e foi o opositor maior de Marigny após a morte de Filipe IV.

A morte prematura do filho de Filipe, Luís X, em 1316, deu a Carlos esperanças de um papel político, mas não pôde impedir o irmão de Luís, também chamado Filipe, de tomar a regência enquanto esperava para se tornar Filipe V. Com a morte dele, em 1324, ninguém considerou o conde de Valois como seu sucessor.

Em 1324, Carlos comandou com sucesso o exército de seu sobrinho Carlos IV, sucessor de Filipe V, em Guyenne.

Carlos morreu aos 55 anos, em Le Perray, Yvelines.

Casamentos e descendência[editar | editar código-fonte]


Precedido por:
nova criação
Conde de Valois
1285 — 1325
Sucedido por:
Filipe
Precedido por:
Carlos II
Conde d'Anjou e do Maine
18 de Agosto de 1290 — 20 de Maio de 1314


Precedido por:
nova criação
Conde d'Alençon
1285 — 1325
Sucedido por:
Carlos II
Precedido por:
nova criação
Conde de Chartres
1290 — 1314
Conde do Perche
1290 — 1325


Precedido por
Catarina I
Imperador titular de Constantinopla
Marquês de Namur
Senhor de Courtenay

23 de Abril de 1301 — 2 de Janeiro de 1308
com Catarina I
Sucedido por
Catarina II



O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Carlos de Valois