Carlos II de Parma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carlos II de Parma
Duque de Parma e Piacenza
Duque de Lucca
Rei da Etrúria
Karl II Ludwig.jpg
Governo
Consorte Maria Teresa de Saboia
Casa Real Ducado de Parma
Dinastia Bourbon-Parma
Vida
Nascimento 22 de Dezembro de 1799
Madrid, Flag of Spain.svgEspanha
Morte 16 de abril de 1883 (83 anos)
Nice, Flag of France.svgFrança
Filhos Luísa de Bourbon-Parma
Carlos III de Parma
Pai Luís I da Etrúria
Mãe Maria Luísa de Bourbon

Carlos Luis de Bourbon-Parma (Madrid, 22 de dezembro de 1799 - Nice, 16 de abril de 1883), foi Rei da Etrúria (como Luís II), Duque de Lucca (como Carlos I) e Duque de Parma (como Carlos II).

Família[editar | editar código-fonte]

Nascido no Palácio Real de Madrid[1] , Carlos era filho de Luis de Bourbon, Príncipe de Parma (que veio a ser rei da Etrúria como Luís I) e de Maria Luísa, Infanta de Espanha. Teve como avós paternos o duque Fernando I de Parma e a arquiduquesa Maria Amália de Áustria e como avós maternos Carlos IV de Espanha e Maria Luísa de Parma.

Troca de títulos[editar | editar código-fonte]

Carlos foi nomeado rei da Etrúria em 27 de maio de 1803, com apenas quatro anos de idade, tendo como Regente sua mãe. "Inventado" pela diplomacia napoleônica, o Reino da Etrúria foi retomado em 10 de dezembro de 1803 e anexado por Napoleão ao chamado Reino da Itália. Maria Luísa e Carlos tiveram que partir para a côrte de Madrid com a promessa de que Napoleão lhes garantiria um trono no novo reino que criaria na Lusitânia Setentrional (norte de Portugal).[2]

Com a derrota de Napoleão e a celebração do Congresso de Viena, o Ducado de Parma foi entregue de forma vitalícia à arquiduquesa Maria Luísa de Áustria, viúva do ex-imperador e filha de Francisco I da Áustria. O novo ducado seria herdado pelos Bourbon-Parma quando a arquiduquesa morresse. Enquanto isso, foi-lhes entregue um pequeno ducado recém criado no norte da Toscana, o Ducado de Lucca que seria reintegrado no Grão-ducado da Toscana, quando Carlos viesse a herdar Parma. Em 17 de julho de 1834, foi nomeado Infante de Espanha pelo pretendente carlista Carlos Maria Isidro de Bourbon. Em 1847 a arquiduquesa Maria Luísa morre em Parma. O Ducado de Parma passa aos Bourbon-Parma e o Ducado de Lucca volta a integrar o Grão-ducado da Toscana.[3]

Morte[editar | editar código-fonte]

Em 1848, em decorrência das Revoluções Liberais, Carlos II se vê obrigado a abdicar em favor de seu filho, Carlos III. Instala-se finalmente em Nice, onde morre em 16 de março de 1883.

Nota[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Giuliano Lucarelli, Lo sconcertante Duca di Lucca, Carlo Ludovico di Borbone-Parma, Maria Pacini Fazzi editore, Lucca 1986.
  • Giulio Vignoli, Le tombe dei Duchi di Parma, in Scritti politici clandestini, ECIG, Genova, 2000, pag. 113. ISBN 8875458782
  • Trebiliani, M.L. "Carlo II di Borbone", Dizionario biografico degli italiani, 20: 251-258. Rome: Istituto della Enciclopedia Italiana. Texto também disponível em Dizionario biografico degli Parmigiani.

Referências

  1. LUCARELLI, G. pág. 5
  2. LUCARELLI, G. pág. 150
  3. VIGNOLI, G.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.