Carlos de Guise, Duque de Mayenne

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carlos (II) de Lorena
Duque de Mayenne
Carlos, Duque de Mayenne
(por volta de 1580)
Governo
Reinado Duque de Mayenne
Vida
Nome completo Carlos (II) de Lorena, Duque de Mayenne
Nascimento 26 de março de 1554
Alençon
Morte 4 de outubro de 1611 (57 anos)
Soissons
Pai Francisco, Duque de Guise
Mãe Ana d'Este

Carlos (II) de Lorena (ou de Guise),[1] foi um nobre francês nascido em 26 de Março de 1554 em Alençon e morto em 4 de Outubro de 1611 em Soissons. Foi Duque de Mayenne de 1573 a 1611. Foi aquele que passou para a História com o nome de Duque de Mayenne ou simplesmente Mayenne, como era chamado pelo Rei Henrique IV de França.

Era o segundo filho de Francisco, Duque de Guise e Ana d'Este e, desta forma, irmão de Henrique I de Guise, "O Balafré" ("com cicatriz no rosto"). Foi primeiro camareiro e governador da Borgonha.

Acompanhou o futuro Rei Henrique III à Polônia. Tomou Brouade quando da sexta Guerra Religiosa na França (1577) e tomou La Mure dos protestantes do Dauphiné quando da incursão militar seguinte. Foi almirante de França até 1582, quando perdeu o posto em benefício do Duque de Joyeuse, um dos « Mignons » de Henrique III.

Torna-se chefe da Liga Católica após o assassinato de seu irmão Henrique, em 1588. Dirige-se até Ruão, uma das raras cidades que hesita em se aliar à Liga e obtém seu apoio. É derrotado uma primeira vez perto de Chartres por Francisco de Châtillon, filho de Gaspar II de Coligny, no início de 1589.[2] Com a morte de Henrique III ainda em 1589, tenta proclamar Carlos I de Bourbon, Arcebispo de Rouen como rei.

É vencido em Arques (1589) e Ivry (1590) por Henrique IV. Em 1591, faz enforcar os dirigentes da Liga parisiense que haviam anteriormente feito enforcar Barnabé Brisson, primeiro presidente do Parlamento de Paris, selando assim a ruptura entre a Liga nobiliária e a Liga urbana. Fracassa ao tentar se fazer eleger Rei de França pelos Estados Gerais que conseguira convocar em Paris em 1593. No dia 5 de Junho de 1595, Carlos é vencido por Henrique IV na Batalha de Fontaine-Française e faz ato de submissão solene a Henrique IV em Novembro do mesmo ano, em troca de uma quantia em dinheiro e de três locais de segurança na Borgonha, onde perdeu o cargo de governador. Compra o Hôtel de Mayenne em 1605.

Carlos casou-se em 6 de Agosto de 1576 com Henriqueta de Savoie-Villars († 1611), e com ela teve os seguintes filhos:

  • Henrique (1578 † 1621), Duque de Mayenne e Aguillon
  • Carlos Emanuel (1581 † 1609), Conde de Sommerive
  • Catarina (1585 † 1618), casada em 1599 com Carlos I de Mantoue (1580 † 1637)
  • Renée († 1638), casada em 1613 com Mario II Sforza (1594 † 1658), Duque de Ognano e Segni, Conde de Santa Fiora

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Henri Drouot, Mayenne et la Bourgogne : étude sur la Ligue (1587-1596), Edições Picard, 1937. 2 Volumes - In-8° de LXXIX + 454 e 525pp (em francês).

Referências

  1. Os historiadores deram ao duque o título de Carlos II por ser ele o segundo Carlos a ser soberano de Mayenne. O precedente era Carlos I da Bretanha, Duque da Bretanha e Barão de Mayenne, igualmente chamado Carlos de Blois (filho do Conde de Blois).
  2. Guerres de religion-Miquel, p 353
Ícone de esboço Este artigo sobre História da França é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.