Carly Patterson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carly Patterson
Informações pessoais
Nome completo Carly Rae Patterson
Modalidade Ginástica artística feminina
Representante Estados Unidos
Nascimento 4 de fevereiro de 1988 (26 anos)
Baton Rouge
Nacionalidade Estados Unidos estadunidense
Compleição Peso: 43 kg Altura: 1,52 m
Nível sênior
Clube WOGA
Período em atividade 20002006

Carly Patterson (Baton Rouge, 4 de fevereiro de 1988),[1] foi uma ginasta norte-americana, competidora da ginástica artística.

Patterson foi campeã do individual geral nas Olimpíadas de Atenas e campeã mundial, por equipes, no Mundial de Ginástica de 2003, realizado nos Estados Unidos. Carly abandonou a ginástica aos vinte anos de idade em decorrência de problemas físicos. Hoje, a ex-ginasta vive no Texas, na cidade de Allen e é uma cantora pop[2] bem sucedida em seu país.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Carly Patterson é filha de Rick e Natalie Patterson[3] e, tem uma irmã mais nova, Jordan, hoje com dezoito anos.[4] Sua mãe também fora ginasta, mas não chegou a competir pelos Estados Unidos. Em 1994, aos seis anos, em uma festa para seu primo - realizada em um ginásio de ginástica - Carly começou a demonstrar suas habilidades.[5] Seu posterior técnico a época, Johnny Moyal, resolveu então perguntar a mãe da menina se ela poderia ser treinada. Ao ouvir um não como resposta, ele precisou mudar de tática: disse à Natalie que tinha ficado impressionado com o talento natural da menina para o esporte. Desse modo, Carly pôde iniciar sua carreira.

Ao fim do caminho como ginasta, sua outra paixão tornou-se profissão - O pop. Hoje, Carly é uma cantora pop em seu país e recentemente, 2008, lançou seu primeiro CD.[6]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Carly[7] iniciou sua carreira profissional em 2000, ao entrar para a elite junior do país, e a encerrou oficialmente em 2006. Seus treinamentos eram ao lado de Nastia Liukin, no ginásio WOGA[8] [9] Seu último treinador fora o russo Evgeny Marchenko,[10] ginasta acrobático pela extinta União Soviética.

Seu aparelho de melhor constância e resultados é a trave.

EUA Júnior[editar | editar código-fonte]

Em 2000, em sua primeira competição, no Top Gym Tournament realizado na Bélgica,[11] Carly conquistou a segunda colocação por equipes. Logo depois, vieram suas primeiras conquistas individuais: uma medalha de prata, no individual geral e uma de bronze na trave. Nesse mesmo ano, no campeonato nacional, o Campeonato Nacional, Patterson obteve mais uma prata, na trave. E por fim, seu primeiro ouro, também na trave, no U.S Classic. No ano seguinte, nos Jogos da Boa Vontade, em Brisbane, Austrália, Patterson classificou-se para a final em segundo lugar ao encerrar-se a última rotação. Na final, por errar alguns de seus movimentos no solo - em decorrência de problemas estomacais -, terminou a competição em sétimo no individual geral. Contudo, na trave, ela mostrou sua assinatura, o movimento mais tarde nomeado "the Patterson".[4] [11] [12]

Em 2002, ainda no júnior, Carly conquistou seu primeiro individual geral, no Campeonato Nacional Júnior, depois de um quarto e um terceiro lugares nos campeonatos dos anos anteriores.[4] [8] [11] [13]

EUA Sênior[editar | editar código-fonte]

Em 2003, aos quinze anos, Patterson tornou-se sênior da equipe nacional e conquistou importantes medalhas no Campeonato Visa - A primeira foi o ouro no all around. Em seguida, nas provas por aparelhos, a ginasta subiu ao pódio nas quatro disputas: Na final da trave, ouro novamente; Na final do salto e das barras assimétricas, a segunda colocação; e, para encerrar a competição, bronze no solo. Nesse mesmo ano, a ginasta ainda participou do Mundial de Ginástica realizado em Anaheim. Na Copa América, novo ouro para Patterson, no individual geral.[8] Porém, anteriormente nesse mesmo ano, Carly não pôde competir no Campeonato Nacional Americano por fraturar um osso na altura do cotovelo.[4] Seu último ano de regulares competições fora o melhor de sua carreira. Na Copa América 2004,[14] de todos os aparelhos em que participou, Carly subiu ao pódio em todos na primeira colocação, situação repetida no individual geral. Resultado final da competição: cinco ouros para Patterson e o título de ginasta mais jovem daquela edição. Em seguida, veio o Campeonato Nacional, onde Carly não conseguiu manter a mesma média, conquistando apenas dois ouros - solo e all around - título dividido com Courtney Kupets - e uma prata, na trave.[4] [11]

Patterson encerrou sua carreira, oficialmente, em 2006 em decorrência de problemas físicos: Hérnias, que posteriormente foram tratadas, mas que não a permitiram voltar como antes, fazendo-a tomar a decisão de abandonar o esporte definitivamente após dois anos em recuperação.[15]

Campeonato Mundial de Ginástica Artística[editar | editar código-fonte]

Anaheim 2003[editar | editar código-fonte]

2003 Anaheim, Estados Unidos. Essa fora a única edição de Mundial em que Carly esteve presente. Ao lado de Courtney Kupets, Terin Humphrey, Chellsie Memmel, Tasha Schwikert e Hollie Vise, Carly conquistou a medalha de ouro por equipes, com o score total de 112,573, ultrapassando as favoritas da competição: as romenas (110,833). Nesta edição, as australianas completaram o pódio. Classificada para outra final, Patterson teria pela frente a russa Svetlana Khorkina, no individual geral. Ao término das rotações, Khorkina atingira o somatório total de 38,124 contra 37,936, de Carly. Resultado: Svetlana em primeiro, Carly em segundo.[1] [4] [11] [13] A chinesa Zhang Nan ficou o bronze.

Jogos Olímpicos[editar | editar código-fonte]

Atenas 2004[editar | editar código-fonte]

Em Atenas, 2004, Carly teve um bom início de competição - Classificou-se em primeiro para a final do individual geral[16] e obteve ainda mais duas classificações: uma para a final da trave e outra para a final por equipes. Na final individual, Carly teria pela frente a já veterana em Jogos Olímpicos, Svetlana Khorkina, que vinha para sua última Olimpíada. Na primeira rotação, no salto, a ginasta americana alcaçou a nota 9,375, mas ficou em segundo lugar. Nos demais eventos, suas notas aumentaram e sua pontuação final ultrapassou a de Khorkina, com 9,725 nas assimétricas, 9,712 no Solo e 9,575 na trave. Resultado - Carly em primeiro,[1] [4] [8] [13] [17] [18] Svetlana em segundo.[19] Desse modo, Patterson tornou-se a primeira norte-americana, desde Mary Lou Retton em 1984, a vencer um individual geral em Olimpíadas.[20] [21] Na final por equipes, o ouro ficou com a equipe romena e a prata termiou nas mãos da equipe norte-americana. No dia 23 de agosto, em sua última final, na trave de equilíbrio, Carly enfrentaria outra veterana da ginástica, a romena Catalina Ponor (também estreante na competição), que já havia conquistado a medalha de ouro por equipes e no solo. Resultado - Catalina em primeiro, Carly em segundo.[6] [11]

Esta fora sua primeira e única participação olímpica.

Principais resultados[editar | editar código-fonte]

Ano Evento AA Equipe Salto sobre o cavalo Trave Barras assimétricas Solo
2000 Campeonato Nacional Americano (júnior) Medalha de ouro
Top Gym Tournament Medalha de prata Medalha de bronze
2001 Campeonato Nacional Americano (júnior) Medalha de bronze Medalha de bronze
Jogos da Boa Vontade
2002 Campeonato Nacional Americano (júnior) Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de prata Medalha de bronze
2003 Campeonato Mundial de Ginástica Artística Medalha de prata Medalha de ouro
Copa América Medalha de ouro
2004 Campeonato Nacional Americano Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de ouro
Copa América Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de ouro Medalha de ouro
Jogos Olímpicos Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de prata

Vida após a ginástica[editar | editar código-fonte]

Carly Petterson participou de um programa de TV em 2006, para aspirantes a cantores, bastante semelhante ao American Idol. Depois de um quase um mês dentro do reality show, a jovem fora eliminada. Patterson, contudo, ao longo dos últimos dois anos, dedicou-se a sua carreira musical.[22] Seu novo e primeiro single fora lançado em março de 2008 sob o nome de Temporary Life (Ordinary Girl).[23] Já seu álbum, teve o lançamento no dia 5 de agosto, na mesma semana da realização dos Jogos Olímpicos de Pequim.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Carly Patterson 1 (em inglês) GymBox. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  2. Van Deusen, Amy. Were is Patterson now? (em inglês) About.com. Página visitada em 2 de novembro de 2008.
  3. The Carly Patterson Fanlisting (em inglês) Dazzling. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  4. a b c d e f g FIG Profile (em inglês) FIG site. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  5. Carly Patterson: Full Biography (em inglês) IceLebz. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  6. a b Carly Patterson - Gymnast - Singer (em inglês) Gymbrooke Sports News. Página visitada em 2 de novembro de 2008.
  7. Goldstein, Emily. Bioghapy: Carly Patterson (em inglês) Dallas News. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  8. a b c d Carly Patterson - Biography (em inglês) NetGlimse. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  9. Dee Davis, Karen. Were Patterson trains (em inglês) Dallas News. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  10. Evgeny Marchenko (em inglês) Dallas News. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  11. a b c d e f Patterson: All results (em inglês) Sítio oficial Carly Patterson. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  12. Carly Patterson Biography (em inglês) Perfect People. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  13. a b c Carly Patterson Biography (em inglês) KidWorld. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  14. Zinser, Lynn (29 de fevereiro de 2004). Injury Mars U.S. Successes at Garden (em inglês) The New Yokr Times. Página visitada em 2 de novembro de 2008.
  15. Biography - Carly Patterson (em inglês) Carly Patterson sítio oficial. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  16. Tierney, John. Patterson Is Star of Games (em inglês) The New York Times. Página visitada em 9 de outubro de 2008.
  17. Mallozzi, Vincent M (31 de agosto de 2004). SPORTS BRIEFING: OLYMPICS; Wheaties Has Three New Box Stars (em inglês) The New York Times. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  18. Macur, Juliet (24 de agosto de 2004). All Around: 20 Years Later, the Next Mary Lou Takes Her Place (em inglês) The New York Times!. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  19. Roberts, Selena (20 de agosto de 2004). Sports of The Times; Khorkina's Final Act Centers on Bitterness (em inglês) The New York Times. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  20. Carly Patterson (Gymnastics) (em inglês) Rate it All!. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  21. Hack, Damon (20 de agosto de 2004). Patterson Wins By Following Her Idol's Lead (em inglês) The New York Times. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  22. Carly Patterson, struggling singer (em inglês) Gymblog. Página visitada em 10 de outubro de 2008.
  23. Gymnast Carly Patterson, The Pop Star? (em inglês) Day to day. Página visitada em 10 de outubro de 2008.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]