Carmen Monarcha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carmen Monarcha

Carmen Monarcha (Belém, Pará, 27 de agosto de 1979) é uma cantora lírica brasileira.

Nascida em uma família de artistas, seu pai é escritor e sua mãe cantora, ainda muito jovem aprendeu a tocar violoncelo e piano, tendo voltado seus estudos objetivando tornar-se violoncelista de concerto. No entanto buscou aperfeiçoar sua voz e receber lições de canto, tornando-se cantora lírica. Durante sua carreira artística, conheceu a cantora Carla Maffioletti e dela tornou-se amiga. Ambas partiram juntas para o conservatório de música Conversatorium Maastricht, nos Países Baixos. Lá foi contratada como vocalista pelo maestro André Rieu, realizando turnês na Europa e Estados Unidos com a Orquestra Johann Strauss. Carmen cativou os ouvintes cantando Vilja Lied.

Recebeu o aplauso da crítica ao vencer o Concurso Internacional de Canto Bidu Sayão, competição anual realizada no Brasil, cujo nome homenageia a famosa cantora de ópera.

Retornou ao Brasil assim que concluiu seus estudos, mas já em 2003 voltou à Europa, dessa vez como solista na turnê anual de Rieu, em cuja orquestra está até hoje.

Carmen, uma soprano, participou em diversos álbuns de Rieu e em muitos programas de televisão nos Estados Unidos. Sua performance de O mio babbino caro, de Giacomo Puccini, é bastante elogiada, assim como sua Habanera de Carmen, apresentada na PBS norte-americana.

Carmen teve uma participação bastante expressiva e elogiada no Programa do Jô, no dia 31 de julho de 2010, pela sua simpatia e talento que encantaram o público.[carece de fontes?]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Carmen Monarcha