Carnaval de Três Rios

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Carnaval de Três Rios é um dos maiores eventos que acontecem na cidade de Três Rios no Rio de Janeiro[1] , sendo composto pelo desfile das escolas de samba, blocos carnavalescos, e shows que aconteçem nos quatro dias de carnaval, na Avenida Condessa do Rio Novo.[2] Além disso, acontecem os bailes de carnaval que são nos clubes da cidade. Em 2010, teve público estimado em 200 mil pessoas.[2]

O Carnaval trirriense não teve desfiles em três ocasiões: de 1985 a 1986, em 1992 e de 1995 a 2000. sendo que em 2001, as escolas desfilaram, mas só que sem competir. e 2002 o desfile oficial retornou com força total, tendo disputa num grupo único, com quatro escolas (Bambas do Ritmo, Sonhos de Mixyricka, Independente do Triângulo e Mocidade Independente de Vila Isabel) e no ano seguinte, em 2003, com o retorno do Bom das Bocas, uma das mais tradicionais escolas de samba da cidade. Algumas agremiações que desfilaram como bloco de embalo e de enredo foram elevadas à categoria de escola de samba, desfilando pelos grupos B e C.

Agremiações ativas[editar | editar código-fonte]

Bambas do Ritmo[editar | editar código-fonte]

Bom das Bocas[editar | editar código-fonte]

Mocidade Independente de Vila Isabel[editar | editar código-fonte]

Em Cima da Hora[editar | editar código-fonte]

Independente do Triângulo[editar | editar código-fonte]

Sonhos de Mixyricka[editar | editar código-fonte]

Extintas[editar | editar código-fonte]

Paraíso das Garças[editar | editar código-fonte]

Suas cores eram o azul e branco. Tinha como símbolo a a garça. Em 2003 estreou sem competir homenageando a escola de samba Unidos da Caixa D´Água. No ano seguinte, com o enredo "Vida que te quero sempre", a escola estreava em caráter competitivo, mas teve muitos problemas que a impediram de competir com as demais.

Unidos da Caixa D'água[editar | editar código-fonte]

  • Unidos da Caixa D'Água [3] [4]

Unidos de Levy Gasparian[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Jornal Entre Rios (12/02/10). “O Carnaval de Três Rios deixou de ser apenas uma festa e passou a ser fonte de renda, de receita". Visitado em 15/11/2011.
  2. a b Secretaria Estadual de Cultura do Rio de Janeiro (2010). Carnaval de Três Rios.
  3. a b Rota do Samba. Escolas de samba do Estado do Rio de Janeiro. Visitado em 03/01/2011..
  4. a b Academia do Samba. RJ. Visitado em 03/01/2011..
Ícone de esboço Este artigo sobre carnaval, integrado ao Projeto Carnaval é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.