Carreira da Índia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A carreira da India: Percurso seguido na ida (vermelho) e rota de regresso (verde)

A chamada Carreira da Índia era a ligação marítima anual entre Lisboa e Goa, e vice-versa, pelas " Armadas da Índia ", que se iniciou logo após a descoberta do caminho marítimo para a Índia por Vasco da Gama inaugurar a rota do Cabo.

Essa ligação perdurou de 1497 até ao advento da navegação a vapor e a abertura do Canal do Suez, no século XIX.

Entre as escalas regulares da carreira, a ilha de Moçambique e nos Açores a Baía de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira alcançaram importância estratégica, tornando-se um dos pontos de encontro das embarcações eventualmente desgarradas na viagem de ida, assim como porto de ancoragem das que eventualmente se atrasassem e perdessem a monção. Por essa razão na ilha de Moçambique foi construída uma poderosa fortificação (Fortaleza de São Sebastião) e de um hospital.

Nos Açores a Armada das ilhas tinha por função a protecção das naus que da Índia passavam pelo arquipélago a caminho de Lisboa.

A Carreira da Índia foi estudada no Brasil por Fábio Pestana Ramos, que publicou livros e artigos detalhando a rotina a bordo dos navios e o vinculo da rota com a América portuguesa, ponto de apoio e escala.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • LAPA, José Roberto do Amaral. A Bahia e a Carreira da Índia. São Paulo: HUCITEC, 2000. 382p.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.