Carta de controlo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde julho de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Carta de controle é um tipo de gráfico, comumente utilizado para o acompanhamento durante um processo, determina uma faixa chamada de tolerância limitada pela linha superior (limite superior de controle) e uma linha inferior (limite inferior de controle) e uma linha média do processo(limite central), que foram estatisticamente determinadas. É uma das Sete Ferramentas da Qualidade.

Realizada em amostras extraídas durante o processo, supõe-se distribuição normal das características da qualidade. O objetivo é verificar se o processo está sob controle. Este controle é feito através do gráfico.

Tipos de Cartas de Controle:

  • Controle por variáveis
  • Controle por atributos

Análise das Cartas de Controlo[editar | editar código-fonte]

Segundo as regras da Norma ISO 8258 (1991), um processo encontra-se fora de controlo estatístico quando se verifica uma das situações seguintes:

  • Regra 1 – Um qualquer ponto fora dos limites de controlo (limites).
  • Regra 2 – Nove pontos consecutivos de um mesmo lado da linha central.
  • Regra 3 – Seis pontos consecutivos em sentido ascendente ou descendente.
  • Regra 4 – Catorze pontos crescendo e decrescendo alternadamente.
  • Regra 5 – Dois de três pontos consecutivos na zona A, do mesmo lado da linha central.
  • Regra 6 – Quatro de cinco pontos consecutivos na zona B ou A, do mesmo lado da linha central.
  • Regra 7 – Quinze pontos consecutivos na zona C.
  • Regra 8 – Oito pontos de ambos os lados da linha central, sem nenhum na zona C.

Cartadecontrolo.jpg

Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.