Carteia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Carteia foi uma cidade romana da província da Bética. Suas ruínas estão localizadas na cidade de São Roque, na província de Cádis, na comunidade autônoma de Andaluzia, Espanha.

Habitada desde tempos pré-históricos, a cidade de Carteia terá sido fundada pelos turdetanos. Mais tarde tornou-se um entreposto comercial fenício e evoluiu para uma cidade cartaginesa em cerca de 228 a.C.. A zona foi conquistada pelos romanos em 206 a.C. e, anos mais tarde, em 171 a.C. os descendentes resultantes dos relacionamentos entre militares romanos e as naturais da Hispânia solicitaram ao senado romano que lhes fosse concedida uma cidade para viver. É-lhes então dada Carteia, com o estatuto de colónia, que foi designada por Colônia Libertinoro Carteia (em latim: Colonia Libertinorum Carteia).

Tendo o estatuto de colónia, a cidade era abrangida pelo direito romano e os seus cidadãos beneficiavam da cidadania romana completa. A cidade de Carteia prova que os legionários romanos iniciaram um processo de miscigenação com as populações autóctones da Península Ibérica, uma vez que a cidade é fundada com o objetivo de acolher as suas famílias indígenas. Assim sendo, conclui-se, com o exemplo da fundação de Carteia, que o papel do exército romano foi fulcral para a Romanização da Península Ibérica.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Carteia