Carvalho Araújo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estátua a Carvalho Araújo (bronze, Anjos Teixeira, Vila Real).

José Botelho de Carvalho de Araújo OTE (Porto, São Nicolau, 18 de Maio de 1881Oceano Atlântico, 14 de Outubro de 1918) foi um oficial da Marinha Portuguesa.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ficou célebre por ter conseguido, no comando do caça-minas NRP Augusto de Castilho, proteger o vapor São Miguel de ser afundado pelo submarino alemão U-139, comandado pelo ás dos ases dos submarinos Lothar von Arnauld de la Perière, em 14 de Outubro de 1918.

Passou a infância na cidade de Vila Real, apesar de ter nascido na freguesia de São Nicolau, no Porto, onde seus pais José de Carvalho de Araújo, Jr. e Margarida Ferreira Botelho de Araújo, se encontravam por motivo de doença de sua avó materna, Margarida Rosa de Jesus Botelho.

Após ingressar na Marinha, serviu na fragata "D. Afonso", na corveta "Duque da Terceira", no couraçado Vasco da Gama, nos cruzadores Adamastor e São Rafael, nas canhoneiras "Zambeze", "Liberal", "Diu" e "Lúrio", no rebocador "Bérrio" e no transporte "Salvador Correia".

Foi Deputado por Vila Real à Assembleia Constituinte da República, e Governador do Distrito de Inhambane, em Moçambique, por dezoito meses.

Carreira na Marinha[editar | editar código-fonte]

  • 1895 - ingressou na Marinha como Aspirante (em 12 de Outubro).
  • 1903 - Guarda-Marinha
  • 1905 - 2.º Tenente
  • 1915 - 1.º Tenente
  • 1918 - Capitão-Tenente (título póstumo)

Condecorações[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]