Casa de Areia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Casa de areia
 Brasil
2005 • cor • 103 min 
Direção Andrucha Waddington
Roteiro Elena Soarez
Elenco Fernanda Montenegro
Fernanda Torres
Enrique Diaz
Stênio Garcia
Género drama
Idioma português
Página no IMDb (em inglês)

Casa de Areia é um filme brasileiro de 2005, do gênero drama, dirigido por Andrucha Waddington, com locações no município de Santo Amaro, no Maranhão.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em 1910, o português Vasco leva sua esposa grávida Áurea e a mãe dela, Dona Maria, em busca de um sonho: viver em terras prósperas, recentemente compradas por ele. O sonho se transforma em pesadelo quando, após uma longa e cansativa viagem junto a uma caravana, o trio descobre que as terras estão em um lugar totalmente inóspito, rodeado de areia por todos os lados, e sem nenhum indício de civilização por perto. Áurea quer retornar ao lugar de onde vieram, mas Vasco insiste em ficar e constrói uma casa de madeira para que lá possam viver.

Após serem abandonados pelos demais integrantes da caravana, um acidente mata Vasco e deixa Áurea e Dona Maria completamente sozinhas. Elas partem em busca de ajuda e terminam por encontrar Massu, um homem que nunca deixou o local. Massu passa a ajudá-las, levando comida e sal para que Áurea e Dona Maria possam sobreviver na casa recém-construída.

Apesar da estabilidade, Áurea deseja deixar o local de qualquer maneira mas decide apenas fazer isto quando sua filha nascer e puder deixar o local com ela. Enquanto isso Áurea e Dona Maria precisam lidar também com a instabilidade do local em que vivem, já que a areia pode soterrar a casa em que vivem a qualquer momento.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Festival Sundance de Cinema 2006 (EUA)

  • Recebeu o Prêmio Alfred P. Sloan.
  • Indicado ao Grande Prêmio do Júri na categoria de filme do mundo - drama.

Satellite Award 2006 (EUA)

  • Melhor Fotografia (Indicado)
  • Melhor Roteiro Original (Indicado)

Grande Prêmio Cinema Brasil 2006 (Brasil)

  • Melhor Direção de Arte (Venceu)
  • Melhor Figurino (Venceu)
  • Melhor Maquiagem (Venceu)
  • Melhor Filme (Indicado)
  • Melhor Diretor - Andrucha Waddington (Indicado)
  • Melhor Atriz - Fernanda Montenegro e Fernanda Torres (Indicadas)
  • Melhor Ator Coadjuvante - Emiliano Queiroz (Indicado)
  • Melhor Fotografia (Indicado)
  • Melhor Montagem (Indicado)
  • Melhor Roteiro Original (Indicado)
  • Melhor Som (Indicado)

Camerimage 2006 (Polônia)

  • Sapo Bronze - Ricardo Della Rosa (Venceu)
  • Golden Frog - Ricardo Della Rosa (Indicado)

Festival Internacional de Cinema de Guadalajara 2006 (México)

Festival de Cinema de Lima 2006 (Peru)

Festival Internacional de Cinema de Marrakech 2006 (Marrocos)

  • Golden Star - Andrucha Waddington (Indicado)

Festival Internacional de Cinema de Bangkok 2006 (Tailândia)

  • Melhor Filme (Indicado)

Prêmio Contigo! 2006 (Brasil)

Prêmio Qualidade Brasil 2006 (Brasil)

Prêmio ABC de Cinematografia 2006 (Brasil)

  • Melhor Direção de Arte - Tule Peak (Venceu)

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Os Lençóis Maranhenses, onde foi rodado o filme.
  • Foi a primeira vez que Fernanda Montenegro e Fernanda Torres, mãe e filha na vida real, contracenaram juntas em um filme.
  • O filme foi rodado inteiramente nos Lençóis Maranhenses, entre julho e setembro de 2004.
  • O Ibama apenas autorizou as filmagens nas zonas de amortecimento do parque; as reservas de proteção máxima não foram liberadas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]