Casa de Juvenal Galeno

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Casa de Juvenal Galeno é uma instituição cultural do Governo do Ceará mantida pela Secretaria da Cultura do Ceará. A "casa" era a residência do poeta Juvenal Galeno e foi fundada por ele como instituição em 27 de setembro de 1919. Atualmente é dirigida por Amilcar Galeno.

A casa foi construída pelo poeta em 1888 e por ele transformada em centro de cultura. No local, Galeno criou os seus sete filhos e viveu até morrer, cego, aos 95 anos em 1931 deixando a casa aos cuidados de sua filha Henriqueta Galeno.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

A casa é dividida em dez cômodos. Abriga um valioso acervo bibliográfico, um doado por Mozart Soriano Albuquerque, e a biblioteca do próprio Juvenal Galeno, totalizando seis mil volumes. Possui dois auditórios sendo o principal chamado de Juvenal Galeno com capacidade para 120 pessoas. Este auditório dispõe de palco com piano de meia cauda e uma obra do pintor Otacílio de Azevedo. O segundo auditório é ao ar livre, sombreado por mangueiras e chamado de Nenzinha Galeno.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira do Ceará.svg Este artigo é um esboço para um artigo maior sobre o Ceará. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.