Casamento entre pessoas do mesmo sexo na Argentina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Reconhecimento legal de
relacionamentos entre o mesmo sexo
Casamento
Realizado em algumas jurisdições
Reconhecido, mas não realizado
Anteriormente realizado, mas não invalidou
  1. Também pode ser registado em Aruba, Curaçao, e São Martinho
  2. Quando realizada em entidades mexicanas que já legalizaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo
  3. Se realizado em Utá

Datas de início:

    α. A determinar
    β. 9 de junho de 2014

Portal LGBT

O casamento entre pessoas do mesmo sexo na Argentina é permitido desde 15 de julho de 2010. Assim, o país se tornou o primeiro da América Latina a reconhecer esse direito em todo o seu território. Ele também foi o décimo país a legalizar este tipo de casamento em todo o mundo.[1]

O debate sobre a legislação que autoriza o casamento entre pessoas do mesmo sexo na Argentina, começou a partir da campanha nacional pela igualdade legal, lançada pela Federação Argentina de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Trans, sob o lema "Os mesmos direitos, com os mesmos nomes". Ele destaca que na Argentina, o termo é usado para se referir a igualdade no casamento para o código civil , porque foi entendido na sociedade de que era a busca da igualdade entre os seus habitantes. Foi a partir daqui na década de 2010, onde também começou a ser freqüentemente usado o termo para se referir à igualdade no casamento em outros países onde discutiram ou estavam em discussão, como Uruguai, Colômbia, Chile e Brasil, o uso da expressão para se referir ao casamento gay.

Referências

Bandeira da Argentina Argentina
Bandeira • Brasão • Hino • Cinema • Culinária • Cultura • Demografia • Economia • Forças Armadas • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Turismo • Imagens
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Casamento entre pessoas do mesmo sexo na Argentina