Castelluccio dei Sauri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Castelluccio dei Sauri
Campanile chiesa S.Salvatore.jpg
Localização de Castelluccio dei Sauri
Castelluccio dei Sauri está localizado em: Itália
Castelluccio dei Sauri
Localização de Castelluccio dei Sauri na Itália
41° 18' N 15° 29' E
País  Itália
Região Flag of Apulia.svg Apúlia
Província Foggia
Administração
 - Prefeito Antonio Del Priore desde 29/05/2007 (Lista Civica)
Área
 - Total 51 31 km²
Altitude 284 m (932 pés)
População
 - Total 2,114
    • Densidade 41,8/km2 
Código Postal 71025
Código ISTAT 071015
Comunas limítrofes Ascoli Satriano, Bovino, Deliceto, Foggia, Orsara di Puglia, Troia
Prefixo telefônico 0881
Fiscal C198
Orago padroeiro San Salvatore
Sítio Comune di Castelluccio dei Sauri oficial (em italiano)
Puglia
Castelluccio dei Sauri, província de Foggia, Puglia

Castelluccio dei Sauri é uma comuna italiana da região da Puglia, província de Foggia, com cerca de 2.114 habitantes. Estende-se por uma área de 51,31 km², tendo uma densidade populacional de 41,8 hab/km². Faz fronteira com Ascoli Satriano, Bovino, Deliceto, Foggia, Orsara di Puglia, Troia.

História[editar | editar código-fonte]

Embora não haja provas escritas, Castelluccio dei Sauri parece ter origem muito antiga, testemunhada pelos inúmeros achados arqueológicos dos tempos pré-romanos recuperados na área que a circunda. A comprovação vem pela descoberta de numerosas estelas, algumas das quais estão preservadas no Museu Cívico de Bovino.

Alguns estudiosos identificam o lugar com o ópido, de águas benéficas e saudáveis, mencionado na quinta sátira de Horácio que conhecia bem os vilarejos que circundavam a Via Ápia, em viagens freqüentes entre Roma e Brindisi, local de embarque para a Grécia.

Por volta do ano mil, com a unificação da Itália meridional, os normandos construíram numerosas fortificações rurais semelhantes a pequenos castelos rodeados de muralha circular. Tais assentamentos tinham o propósito de reunir os agricultores para o cultivo e desenvolvimento do território, assim como equipar os militares.

Os normandos conquistaram os assentamentos bizantinos e Castelluccio poderia ser um deles devido ao "Saurorum" (dei Sauri), provavelmente repovoado por um grupo da cavalaria Isáurica (Exército bizantino).

O primeiro documento sobre a existência do lugar remete ao ano de 1118, quando o conde Robert II de Loretello fez uma doação ao Capítulo da Igreja de Bovino.

Sob o domínio de Frederico II, o lugar tornou-se uma "fazenda”, unidade produtiva agro-pastoril. Após sua morte e o fim de sua dinastia em 1273, o feudo de Castelluccio dei Sauri foi atribuído a Ugo di Brienne, conde de Lecce.

Em 1324 Roberto d’Angiò reconfirmou a doação de Casale di Castelluccio ao Capítulo de Bovino e a partir de 1390, o povoado entrou em fase de declínio, levando à desertificação completa entre 1415 e 1446. Mais tarde foi repovoado, mas em 1549, devido à natureza violenta de habitantes albaneses com rituais grego-ortodoxos, foi destruído.

Em 1564, Giovanni Guevara, nobre de Bovino, comprou a propriedade de Castelluccio dei Sauri das mãos de Fabrizio Mormile, fazendo parte do estado feudal de Guevara até 1860, quando surgiu o Reino de Itália.

Na primeira década do século XX, Castelluccio dei Sauri era muito pobre e após as guerras mundiais, ficou em total miséria.

Muitos habitantes partiram em busca de trabalho na América, Alemanha, Suíça, Milão, Turim e Prato. Passados alguns anos, enviaram as poupanças, tornando a vida local muito melhor.

Infelizmente em 23 de novembro de 1980, houve um terremoto. Os edifícios mais antigos sofreram danos e foram reconstruídos ou renovados. A igreja paroquial de S. Salvatore foi fechada e reaberta ao culto em 08 de agosto de 1992.

Hoje Castelluccio dei Sauri faz parte do turismo arqueológico. Tem uma economia em crescimento, com a construção do grande Hipódromo dei Sauri, em 1995.

Sociedade[editar | editar código-fonte]

Balanço demográfico 2010: População em 1º de janeiro

  • Homens: 1060
  • Mulheres: 1054
  • Total: 2114
  • Número de famílias: 849
  • Média de pessoas por família: 2.52
2002 a 2010

Monumentos e locais de interesse[editar | editar código-fonte]

  • Igreja de San Gerardo
  • Igreja de San Salvatore
  • Igreja da Madonna delle Grazie
  • Cisterna de Annibale

Galeria fotográfica[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]