Castelo Real de Ciergnon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Castelo Real de Ciergnon em 2005.

O Castelo Real de Ciergnon é a residência de verão da família real belga. Está situado perto da cidade de Ciergnon, no município de Houyet, Bélgica.

História[editar | editar código-fonte]

O vasto terreno, com suas árvores e rio, foi adquirido em 1840, pelo rei Leopoldo I da Bélgica, a pedido de sua segunda esposa, Luísa Maria d'Orleães. Uma cabana de caça foi erguida primeiramente em um terraço com uma bela vista do vale florestado.

O atual castelo foi construído a mando de Leopoldo II da Bélgica, por Alphonse Balat. Desde então, serve como um recanto para a família real belga. Em 1960, o rei Balduíno I apresentou sua noiva, Fabiola de Mora y Aragón, à imprensa no castelo.

Recentemente, três filhos do atual duque de Brabante, Elisabeth, Gabriel e Emmanuel, foram batizados na capela do castelo de Ciergnon.

A família real belga também possui outros castelos nas redondezas de Ciergnon. O Castelo de Fenffe também é utilizado como recanto pelo duque de Brabante e sua família. O Castelo de Ardenne foi convertido em um hotel de luxo, por desejo do rei Leopoldo II. Foi abolido depois da Segunda Guerra Mundial e destruído por um incêndio, em 1968.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Castelo Real de Ciergnon