Castelo de Vide

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Castelo de Vide
Brasão de Castelo de Vide Bandeira de Castelo de Vide
Brasão Bandeira
Castelo de Vide.jpg
Panorâmica do centro da vila
Localização de Castelo de Vide
Gentílico castelo-vidense[1] ; viticastrense
Área 264,91 km²
População 3 407 hab. (2011[2] )
Densidade populacional 12,86 hab./km²
N.º de freguesias 4
Presidente da
Câmara Municipal
António Pita (PSD)
Fundação do município
(ou foral)
1276
Região (NUTS II) Alentejo
Sub-região (NUTS III) Alto Alentejo
Distrito Portalegre
Antiga província Alto Alentejo
Orago Nossa Senhora da Penha
Feriado municipal Segunda-feira após o Domingo de Páscoa
Código postal 7320-XXX
Sítio oficial CM Castelo Vide
Municípios de Portugal Flag of Portugal.svg
Judiaria de Castelo de Vide

Castelo de Vide é uma vila portuguesa no Distrito de Portalegre, região do Alentejo e sub-região do Alto Alentejo.

É sede de um município com 264,91 km² de área e 3 407 habitantes (2011),[2] subdividido em 4 freguesias. O município é limitado a nordeste por Espanha, a leste pelo município de Marvão, a sul pelo município de Portalegre, a sudoeste pelo município do Crato e a oeste e noroeste pelo município de Nisa.

O carácter romântico da vila de Castelo de Vide, associado aos seus jardins, abundância de vegetação, clima ameno e proximidade da serra de São Mamede, tornou-a conhecida por "Sintra do Alentejo" (esta designação é atribuída ao rei D. Pedro V). A vila foi várias vezes referida na telenovela Louco Amor da TVI.

População do concelho de Castelo de Vide (1801 – 2011)
1801 1849 1900 1930 1960 1981 1991 2001 2004 2011
7 006 6 031 6 614 6 837 6 538 4 187 4 145 3 872 3 780 3 407

As freguesias de Castelo de Vide são as seguintes:

Principais locais de interesse[editar | editar código-fonte]

  • Antiga Casa da Câmara (século XV)
  • Casa Amarela (século XVIII)
  • Casa de Matos (século XIII)
  • Castelo medieval (século XIII)
  • Fortificações renascentistas (século XVII)
  • Paços do Concelho (século XVII)
  • Pelourinho (século XVIII)
  • Forte de São Roque (século XVIII)
  • Judiaria (século XIV)
  • Antiga sinagoga (século XIV)
  • Burgo medieval (século XIII)
  • Arrabaldes medievais (século XIV)
  • Santuário de Nossa Senhora da Penha (século XVI)
  • Igreja de Santa Maria da Devesa (século XVIII)
  • Fonte da Vila (século XVI)
  • Fonte da Mealhada (século XVII)
  • Fonte de Martinho (século XVII)
  • Fonte do Ourives (século XIX)
  • Fonte do Montorinho (século XIX)
  • Parque João José da Luz (Jardim Grande) (século XIX)
  • Jardim Gonçalo Eanes de Abreu (Jardim Pequeno) (século XIX)
  • Jardim Garcia de Orta (século XX)
  • Jardim Miradouro Penedo Monteiro (século XX)
  • Parque 25 de Abril (século XXI)
  • Parque Natural da Serra de São Mamede


Geminações[editar | editar código-fonte]

O concelho de Castelo de Vide é geminado com a seguinte cidade:[3]


Referências

  1. Dicionário de Gentílicos e Topónimos. Portal da Língua Portuguesa. Página visitada em 23 de junho de 2010.
  2. a b Instituto Nacional de Estatística dados de 2011.
  3. http://www.anmp.pt/anmp/pro/mun1/gem101l0.php?cod_ent=M7320

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Castelo de Vide
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.