Caster Semenya

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Caster Semenya
Semenya no Mundial de 2009.
Informações pessoais
Nome completo Mokgadi Caster Semenya
Nascimento 7 de janeiro de 1991 (23 anos)
Polokwane
Nacionalidade África do Sul sul-africana
Compleição Peso: 64 kg Altura: 1,70 m
Medalhas
Jogos Olímpicos
Prata Londres 2012 800 metros
Campeonatos Mundiais
Ouro Berlim 2009 800 metros
Prata Daegu 2011 800 metros

Mokgadi Caster Semenya (Polokwane, 7 de janeiro de 1991) é uma atleta da África do Sul.

Em 2009 no Campeonato Mundial de Atletismo realizado em Berlim, Semenya conquistou a medalha de ouro nos 800 metros rasos.

Após a vitória, Semenya teve sua feminilidade contestada e teve de se submeter a testes de DNA. Os exames comprovaram que a atleta sul-africana é portadora de uma deficiência cromossomática que lhe confere características masculinas e femininas. Semenya não tem ovários nem útero, mas possui testículos ocultos internamente (que produzem testosterona acima do normal para uma mulher), embora os genitais externos sejam femininos.[1] [2]

Referências

Athletics pictogram.svg Este artigo sobre um(a) atleta, integrado ao Projeto Desporto, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Caster Semenya