Castiel (Supernatural)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Castiel
Personagem de Supernatural
Castiel na série Supernatural.
Língua original Enoquiano
Outro(s) nome(s) Cass
Nascimento Antes da Humanidade
Sexo Masculino
Espécie Anjo
Cabelo Castanho
Olhos Azuis
Actividade(s) Ajudar os irmãos Winchester
Poder(es) Poderes angelicais
Afiliações Exercito do Céu
Dean Winchester
Sam Winchester
Criado por Eric Kripke
Voz Clécio Souto
Primeira aparição "Lazarus Rising"
Interpretado por Misha Collins
IMDb IMDb
Projecto Televisão  · Portal Televisão

Castiel /ˌkæstiˈɛl/ é um personagem fictício da série norte-americana dramática/paranormal Supernatural, da rede de televisão The CW. Interpretado pelo ator Misha Collins. Como anjo, ele aparece pela primeira vez na quarta temporada, e é usado para introduzir o tema da teologia cristã à série. Na série, Castiel traz Dean Winchester de volta do inferno e frequentemente ajuda a ele e seu irmão Sam em suas batalhas com vários demônios e anjos ao longo do caminho. Durante suas viagens com os Winchester, Castiel desenvolve amizades com ambos irmãos. Como um anjo, ele possui uma série de habilidades sobrenaturais, incluindo a capacidade de matar demônios.[1] Inicialmente, o personagem demonstra completa devoção a Deus e pouca emoção. No entanto, suas interações e experiências com Sam e Dean Winchester, assim como certas revelações sobre Deus e seus companheiros anjos, têm um efeito humanizador nele. Isto, apesar do estresse e danos que causam ao seu caráter, lhe permite desenvolver uma vontade independente com o progresso da série e ajuda a mostrar temas relacionados com o livre arbítrio.

Ao contrário de uma representação estereotipada dos anjos de televisão, Castiel nem sempre ajuda as pessoas, e está disposto a matar inocentes, se necessário. Collins originalmente leu o papel de um demônio, já que o criador da série, Eric Kripke, não queria que os fãs descobrissem que anjos estavam a ser introduzidos à série. O ator se preparou para o papel através da leitura do livro do Apocalipse, e baseou sua interpretação em seu irmão mais novo. Críticos e fãs responderam muito favoravelmente ao personagem. Em resposta, os criadores do programa expandiram o seu papel na série, atualizando-o a um membro do elenco principal na quinta e sexta temporadas. Depois de ser uma estrela de convidado especial nas sétima e oitava temporadas, Collins foi atualizado mais uma vez ao status de membro regular do elenco para a próxima nona temporada.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Chegada na Terra[editar | editar código-fonte]

No final da terceira temporada de Supernatural, o personagem principal, Dean Winchester, é levado ao inferno depois de ser morto pelos cães do inferno da antagonista demoníaca Lilith. No episódio de estréia da quarta temporada "Lazarus Rising", o anjo Castiel é apresentado como aquele que trouxe Dean de volta do inferno e o ressuscitou. Após perceber que sua forma real simplesmente é capaz de cegar uma pessoa, ele possui um ser humano como hospedeiro, — James "Jimmy" Novak,[2] "um homem devoto" que orou por ele —, para se comunicar com Dean, e diz que ele foi trazido de volta, porque Deus tem um trabalho para ele.[3] Lilith esta quebrando os 66 selos, a fim de libertar Lúcifer, e Dean deve impedi-la.[4]

Castiel continua a aparecer em toda a temporada, em um ponto de enviar Dean de volta no tempo e mais tarde encarregando ele e seu irmão Sam a pararem bruxas de quebrar outro selo.[5] [6] Ele retorna com seu colega anjo Uriel no final do episódio "I Know What You Did Last Summer", procurando matar Anna Milton, um anjo caído com a capacidade de "ouvir" as comunicações entre anjos.[7] No episódio seguinte, "Heaven and Hell", Anna usa um antigo sigilo enoquiano para enviar os anjos para longe, embora eles conseguem encontrá-los mais tarde. Uma vez lá, Castiel expressa lamentar por ter de matar Anna. Antes que eles possam realizar o seu dever, no entanto, são confrontados com o demônio Alastair e dois de seus servos. A luta começa, e Castiel está quase derrotado na batalha contra o demônio. Ele é salvo por Dean, e eles por sua vez, são resgatados quando Anna recupera seus poderes. Embora Uriel quase desabafa sua frustração em Dean, Castiel pede para ele parar, e os dois vão embora.[8] Mais tarde ele começa a suspeitar de Uriel e o confronta em "On the Head of a Pin". Uriel admite que ele e alguns outros anjos agora estão trabalhando em conjunto para libertar Lúcifer, depois de ter se cansado de nunca ouvir a vós de Deus e com ciúmes de seu favoritismo à humanidade. Ele pede a Castiel se juntar a ele, mas Castiel se recusa e o ataca. Uriel eventualmente domina Castiel, mas é morto por Anna antes que ele possa dar o golpe final. Durante este tempo, as ordens que ele está recebendo do Céu de moral duvidosa e da influência de Anna levam-no a começar a ter dúvidas sobre planos do Céu.[9] Mais tarde, ele retorna em "The Monster At the End of This Book", para explicar o papel de Chuck como um profeta e mais tarde, quando Dean o chama para ajudar a salvar Sam. Ele informa Dean que não pode interferir devido à forma como profetas são importantes, mas ele comenta com Dean sobre como um arcanjo protege o Profeta, e que irá intervir secretamente para achar uma maneira de salvar Sam.

Jimmy Novak sozinho[editar | editar código-fonte]

Para ajudar Dean fugir de Zacariah e impedir Sam de matar Lilith (que era na verdade o último selo), Castiel enfrenta a furia do Arcanjo Rafael que o destrói.

Na quinta temporada torna-se parte do elenco fixo.

Conforme vamos vendo no decorrer da série, Castiel, a cada episódio, vai mostrando cada vez mais apego pelos Winchesters. No capítulo 13 diz muito claramente "Sam Winchester é meu amigo".

Nessa temporada Castiel e os Winchesters tentam achar Deus para que Este impeça o apocalipse. No começo da quinta temporada, Castiel aparece no primeiro episódio, para salvar Dean e Sam das mãos de Zacariah que havia começado um plano para forçar Dean a dizer "sim" ao arcanjo Miguel para que este destruísse Lúcifer. Com a intervenção de Castiel para salvar os Winchesters, Zacariah fica supreso acreditando que quem ressucitará Castiel seja Deus. Mais adiante não conseguindo achar Deus em parte alguma e com Lúcifer cada vez mais proxímo dos Winchesters, Castiel tenta parar Lúcifer sendo novamente destruído. No último episódio da 5º temporada com Dean tentando salvar Sam de lúcifer acaba por aprisionar Lúcifer, Sam e Miguel. Logo em seguida Castiel aparece ressucitado novamente e com um poder ainda maior do que o que tivera antes, curando todos os ferimentos de Dean.

Na sexta temporada, Castiel aparece após Dean chamar em uma oração zombeteira, confirmando que o céu está entrando em uma guerra civil para ver quem irá liderar o céu, devido a prisão de Miguel na jaula de Lúcifer e o desaparecimento de Deus. Porém ele vem devido a vários artefactos sagrados terem sido roubados e espalhados pela Terra. Castiel revê um velho amigo de antigas batalhas, Baltazar que havia roubado a maioria dos artefatos sagrados. Sendo no mesmo episódio atacado por Rafael que com sua guarnição quer tomar a frente do céu. Castiel também descobre que Sam não é mais o mesmo devido sua alma não estar mais junto a ele, confirmando as suspeitas que Dean tinha da diferença de seu irmão. Então Dean fala para Castiel retirar a alma de Sam do inferno. Castiel confirma a ele que é muito dificíl, pois que para retirá-lo do inferno foi necessário uma guarnição inteira e que tiveram muitas dificuldades para o fazê-lo. Porém no episódio 6x20 ``The Man Would a Be King``, é revelado que Castiel foi quem tirou Sam da jaula de Lúcifer e Miguel(embora não sendo de propósito que não conseguiu resgatar a alma deste). No último episódio da sexta temporada, Castiel completa seu plano de conseguir as almas do Purgatório para destruir Rafael.

Tomado pelo imenso poder de ter milhões de almas dentro dele Castiel afirma que vai ser o novo e melhorado Deus e que destruirá quem não o louvar, incluindo Dean, Sam e Bobby, apesar de ele realmente não ser capaz de fazê-lo. Sam trespassou-o com a Espada Angelical e não funcionou provando que ele já não é mais um simples Anjo.

Castiel agora tem um poder superior ao dos Arcanjos uma vez que destruiu Rafael o último dos 4 Arcanjos(Lucifer,Miguel,Gabriel e Rafael) com um simples estalar de dedos. Acreditava-se que na sétima temporada (Setembro de 2011) Castiel seria o novo rival dos Winchester, e provavelmente iria eliminar todos os que fossem contra ele, incluindo Crowley que após o rompimento do contrato entre eles(Castiel nunca gostara da ideia de trabalhar com um Demonio, porém como não havia outra maneira de derrotar Rafael, aceitou o acordo com Crowley). Mas assim que Crowley não era mais necessário, Castiel o ameaçou lhe dando 2 opções: "Fuja ou Morra." Crowley não apenas foge, ele vai em busca de ajuda. Trai Castiel se unindo a Rafael. Castiel finalmente consegue realizar o ritual e absorver todas as almas do purgatório, se declarando assim um novo Deus.

Na sétima temporada Castiel poupa a vida de Sam e avisa a ele, Dean e Bobby que não interfiram em seu caminho e depois apenas some no ar. Logo Castiel começa a perceber mudanças em seu corpo e acaba por descobrir que não só absorveu as almas do Purgatório, mas também os Leviatãs(criaturas que já existiam muito antes de anjos, demônios ou seres humanos e praticamente indestrutíveis). Depois que os Leviatãs conseguem assumir o controle do seu corpo por alguns minutos e matar uma série de pessoas, Castiel pede ajuda aos Winchesters. Então, Sam, Dean e Bobby correm para fazer um novo ritual no qual Castiel devolverá as almas e os Leviatãs de volta ao purgatório. Inicialmente tudo parece dar certo e Castiel parece finalmente livre das bestas, porém, enquanto o Anjo se desculpa com seus amigos, ele é pêgo de surpresa pelos Leviatãs que conseguiram se manter dentro do seu corpo. Em um segundo as bestas assumem o controle e dizem a Dean que Castiel agora está morto e seguem até um rio dentro do qual somem.

O personagem retorna no episódio The Born-Again Identity, no qual perdeu a memória e seu nome é Emanuel, um curandeiro. Mas ao longo do episódio recupera a memória e ajuda Sam com o problema da sua alma que está corrompida por ter ficado na jaula com Miguel e Lúcifer. Ao fazer isso, Castiel passa a ter alucinações com Lúcifer. Para se recuperar, ele fica no mesmo hospital em que Sam ficou neste episódio.

Fora do Purgatório Em "Precisamos Falar Sobre o Kevin", Dean escapa do Purgatório, com a ajuda do vampiro Benny, mas sem Castiel. Mais tarde, Dean diz a Sam que as coisas ficaram cabeludas perto do fim, e dizendo ter visto o suficiente, que ele "deixar ir". Enquanto Dean não elaborar, ele é claramente afetada por isso. Em uma cena de flashback, Dean é mostrado procurando Castiel no Purgatório, interrogando um vampiro para a sua localização. Como resultado, ele encontra Benny e só aceita negócio de Benny para sair, se encontrar Castiel primeiro e ajudá-lo a escapar também. Castiel aparece em flashbacks no episódio seguinte, onde ele revela que ele fugiu de Dean para mantê-lo a salvo dos Leviatãs e outros monstros que estão com raiva de Castiel, mas Dean se recusa a sair do Purgatório sem Castiel.OS três passam então a lutar juntos a fim de sair do pugatório é mostrado em flash backs que castiel estava atraindo os monstros como dito por Benny que ele era como um farrou, mais tarde são encurralados por leviatans benny salva Castiel depois disso eles conseguem achar a saida dean usa uma magica para por benny em seu braço em seguida aparecem leviatãs mais para não impedir a fuga de dean e benny e com a intenção de pagar por todos os seus atos castiel os deixa ir e vai pra cima dos leviatãs tendo a ultima memoria de estar lutando com eles e estar perdendo. Mais tarde, ele escapa com a ajuda de um exército de anjos enviados para resgatá-lo, tendo, inicialmente, ficou para trás como penitência por seus atos de parar um duo de Leviatãs que tentavam atacar Dean e Benny como eles deixaram o Purgatório-,eles foram responsáveis ​​por sua fuga, mas também por apagar a sua memória do seu "check-ins" para discutir os Winchesters subseqüente 'ações, com Castiel obrigados a informá-los sobre os Winchesters "progresso na busca para o tablet. Aparentemente, de volta ao poder pleno, Castiel ajuda o Winchesters salvar Kevin de Crowley, que foi sequestrar Profetas futuras para tentar encontrar um outro meio de leitura da Palavra de Deus tablet e destruir o tablet para evitar Crowley usá-lo, mantendo a metade do comprimido enquanto Crowley foge com a outra metade. Depois, em "hunteri Heroici" cortes Castiel fora de sua capacidade de ouvir sobre os outros anjos e decide se tornar um caçador de tempo integral para evitar enfrentar os outros anjos sobre o que ele tem feito. Castiel prova instrumental na resolução do caso, usando suas habilidades para entrar na mente de um homem com a realidade poderes deformação, permitindo que Sam para trazê-lo de volta à realidade com um discurso sobre a não execução da mesma. Mais tarde, a pedido do homem, Fred, Castiel retira-lo de seus poderes para que ele não é mais um perigo para ninguém que ele deixa-lo mentalmente danificado. Castiel, depois de ter ouvido o discurso de Sam sobre o funcionamento da realidade, assim como Fred, decide voltar para o céu para tentar compensar o que ele fez, mas é proibido por Naomi, o anjo que ordenou a seu resgate. Em vez disso, Castiel fica para cuidar de Fred por algum tempo, mas aceita que ele não pode mais fugir do que ele fez.

Em "rasgadas e desgastadas", como seu pennance, Castiel voltou atrás em sua rádio "anjo" e viaja em torno de ajudar as pessoas que têm necessidade de ajuda ou cura. Ele demonstra isso através da cura de uma criança doente que não vai parar de chorar. Depois de receber uma chamada de socorro de Samandriel, Naomi convocação Castiel para resgatar o anjo. Castiel pede a ajuda de Dean e se pergunta repetidamente onde Sam está, sem saber que Sam e Dean não está se dando bem. Depois de obter os ingredientes para uma "bomba demônio", Castiel Sam recebe como eles vão precisar de toda a ajuda possível para resgatar Samandriel e grita com Sam e Dean para o seu comportamento. No armazém, Castiel diz a Sam e Dean que símbolos para neutralizar e onde para que ele possa entrar e Sam dá a sua espada para que ele tenha uma arma contra os demônios. Depois de Sam e Dean limpar o caminho, Castiel entra, mas é enfraquecida pelos outros sigilos do edifício. Os gritos de Samandriel levá-lo a lembrar-se de ser amarrado por Naomi que se aproxima de seu olho com um instrumento misterioso e é incapaz de ajudar Sam e Dean em invadir a sala onde Samandriel é. Depois de entrar, Castiel liberta Samandriel enquanto Sam e Dean lidam com os demônios guardando-o e leva-o outro anjo fora. Lá, Samandriel implora por Castiel para não devolvê-lo para o céu e tenta avisá-lo que "eles" estão controlando ele. Antes Samandriel pode explicar, Naomi Castiel forças para matá-lo por ser um "traidor". Castiel está horrorizado com isso, mas Naomi revela que Samandriel dizendo Crowley sobre o anjo Palavra de Deus tablet coloca tudo em anjos em perigo e Castiel é um herói. Sob suas ordens, ele diz a Sam e Dean que ele foi forçado a matar Samandriel em legítima defesa e que ele está levando-o de volta para o céu para colocá-lo para descansar (na realidade tão Naomi pode determinar o quanto ele quebrou), mas seu comportamento estranho eo fato de que o olho começa a sangrar desperta de Sam e Dean suspeitas de que ele está sendo controlado.

On the run from Heaven In "Goodbye Stranger", foi feita uma lavagem cerebral em castiel por Naomi e matou milhares de cópias de Dean impiedosamente. Castiel é enviado para encontrar a palavra de deus e tortura e mata os demônios que também a procuram, chamando a atenção de Sam e Dean. Sam e Dean rastrear alguém que sabe a localização de uma das criptas de Lúcifer, onde o tablet é anjo e na briga que se seguiu, Sam acaba em apuros. Castiel salva Sam e captura um dos demônios, alegando que sob as ordens de Naomi que ele está procurando a segunda metade do tablet demônio e que os demônios estão à procura de um pergaminho que lhes permitirá traduzi-lo sem um profeta. Castiel torturas o demônio que lhes diz onde encontrar Meg, mas mata-la antes que ela possa revelar a verdade para Sam e Dean. Castiel dirige sozinho e resgata Meg, que explica que os demônios realmente quer. Enquanto Naomi inicialmente quer matá-la para impedir que, Castiel é capaz de fazer um caso para mantê-la viva. Depois de aprender a cripta onde está correto, ataduras Castiel feridas de Meg e ela flerta com ele sobre o tempo eles se beijaram e sutilmente diz a ele que quer ter relações sexuais com ele, que ele inicialmente não recebe. O grupo, então, ir para o armazém onde a cripta é e antes de ir para dentro com Dean, Castiel revela que Sam está danificado por seus ensaios em um nível que mesmo Castiel não pode consertar. Castiel e Dean localizar o tablet e anjo Castiel tem que ter Dean obtê-lo como ele é protegia contra anjos. No entanto, Naomi Castiel ordens para matar Dean e que ele luta, ele não tem controle sobre suas ações. Como ele está prestes a matar Dean, Castiel consegue se libertar e pega o tablet anjo que corta completamente a ligação de Naomi e controle sobre ele. Castiel cura Dean e explica o que aconteceu, mas sente que ele deve agora proteger o tablet de todos, incluindo Dean por algum motivo. Castiel é visto mais tarde viajando em um ônibus para um destino desconhecido com o tablet. Apesar de perder o tablet, Naomi é um pouco satisfeito pois de acordo com ela, Castiel está fazendo o que é suposto fazer. Naomi mais tarde vem a Dean e afirma que Castiel mal interpretadas tudo o que ela fez e ainda é uma loucura em uma tentativa de ganhar a sua confiança e, presumivelmente, ajudar a encontrar Castiel. Ele acaba sendo capturado pelas forças de Naomi, mas o tablet anjo é reivindicada por Crowley depois de um dos anjos de Naomi revela a sua localização, embora esta Castiel dá tempo para escapar e se reunir com os Winchesters, depois de matar o anjo de guarda dele.

Traição de Metatron com o céu em caos, Metatron (o Escriba de Deus, recentemente redescoberto) convence Castiel que devem selar as portas do céu para forçar os anjos juntos para fazer a paz. O primeiro ensaio é de cortar o coração de um Nephilim, o filho de um humano e um anjo, que Castiel é forçado a matar quando o alvo selecionado a atacar. Eles conseguem completar o segundo julgamento (a recuperação do arco de um Cupido), mas, posteriormente, Metatron revela que são suas verdadeiras intenções ao exílio todos os anjos do céu. Ele assume a graça de Castiel dele como o terceiro ingrediente para essa magia, deixando Castiel humano e banido para a Terra antes que os outros anjos começam a cair também.

Na nona temporada Castiel tem que lidar com um novo estilo de vida o qual ele ja viveu antes no fim da quinta temporada pra quem não se lembra ele também se tornou humano.A diferença agora é que sua graça foi tirada e ele vai ser obrigado a conviver com isso sem seus poderes Castiel pelo menos ate o episodio 9 vai ser um mero coadjuvante na serie tendo participações em alguns episódios mais não da mesma forma como nas outras temporadas na qual ele usava seus incríveis poderes angelicas para auxiliar os Winchester agora o máximo que ele pode fazer é ajudar com seus conhecimento sobre os anjos.

Porem os fans do anjo castiel não precisam ficar tristes no episodio 9 da nona temporada os anjos começam uma guerra entre si alem da facção de bartholomeu tem uma oposição a facção de moloc que começa a massacrar os anjos que não o seguem , afim de obter informações Castiel reza na esperança que um anjo bom o ajude , Muriel ouve as preces de Castiel e conta sobre as facçoes e seus lide

Poderes[editar | editar código-fonte]

Nos episódios presentes, foram percebidos os seguintes poderes sobrenaturais do anjo:

  • Teleporte próprio e de outros seres;
  • Capacidade de enviar uma pessoa de volta no tempo;
  • Super força (comparável às de Uriel e Alastair), cerca de 5 toneladas força.
  • Poder de extrair demônios do corpo humano;
  • Habilidades telecinéticas;
  • Cega pessoas não merecedoras de ver sua verdadeira forma, ao tentarem fazê-lo;
  • Voz verdadeira poderosa,percebida pela maioria dos humanos apenas com um estridente som agudo, capaz de quebrar vidros e causar terremotos;
  • Capacidade de possessão, mas apenas se o hospedeiro aceitar;
  • Poder de cura (perdido na quinta temporada, ao se rebelar contra o Céu (quase todos os seus poderes foram perdidos quando se rebelou contra o céu);
  • Poder de vasculhar almas humanas;
  • Poder de matar demônios e outras criaturas;
  • Capacidade de ocultar sua presença aos humanos.
  • Após Juntar milhões de almas do purgatório, se tornou um novo Deus, e assim matou o arcanjo Rafael, no final da 6ª temporada.
  • Pode resgatar pessoas do inferno completas ou não.

Referências

  1. "Abandon All Hope...". Escritores: Ben Edlund, Director: Phil Sgriccia. Supernatural. The CW. 19 de novembro de 2009. No. 10, 5ª temporada.
  2. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas rapture
  3. "Lazarus Rising". Escritores: Eric Kripke, Director: Kim Manners. Supernatural. The CW. 18 de setembro de 2008. No. 1, 4ª temporada.
  4. "Are You There God? It's Me, Dean Winchester". Escritor: Sera Gamble, Diretor: Phil Sgriccia. Supernatural. The CW. 25 de setembro de 2008. No. 2, 4ª temporada.
  5. "In the Beginning". Escritor: Jeremy Carver, Diretor: Steve Boyum. Supernatural. 02 de outubro de 2008. No. 3, 4ª temporada.
  6. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas HalloweenEpisode
  7. "I Know What You Did Last Summer". Escritor: Sarah Gamble, Diretor: Charles Beeson. Supernatural. The CW. 13 de novembro de 2008. No. 9, 4ª temporada.
  8. "Heaven and Hell". Escritores: Eric Kripke, Diretor: J. Miller Tobin. Supernatural. The CW. 20 de novembro de 2008. No. 10, 4ª temporada.
  9. "On the Head of a Pin". Supernatural. The CW. 19 de março de 2009. No. 16, 4ª temporada.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]