Castor-gigante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde Janeiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Como ler uma caixa taxonómicaCastor gigante
Castoroides ohioensis

Castoroides ohioensis
Estado de conservação
Pré-histórica
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Rodentia
Família: Castoridae
Género: Castoroides
Foster, 1838
Espécies
Ver texto

O castor-gigante (Castoroides sp.) é um dos maiores roedores que já existiram, chegando a atingir o tamanho de um urso (cerca de 2,7 m de comprimento) e os 250 kg de peso. Viveu há aproximadamente 50 mil anos durante o Pleistoceno na América do Norte.

Este herbívoro utilizava seus dentes para roer vegetações duras como cascas de árvores. Era bom nadador, porém não construía represas; os atuais castores constroem represas para se protegerem de predadores e o tamanho agigantado do castor-gigante o protegia.

Foram encontrados fósseis de castor-gigante desde a Flórida (sul dos Estados Unidos) até o norte do Canadá.

Espécies[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre sobre roedores, integrado ao WikiProjeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.