Catálogo filatélico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Catálogos nacionais e regionais

Um catálogo filatélico (ou catálogo de selos) é um catalógo que indexa, descreve e apresenta preços de selos e outras peças filatélicas.

O catálogo filatélico é uma ferramenta essencial da filatelia e do colecionismo filatélico. Os catálogos filatélicos estão incluídos na literatura filatélica.

História[editar | editar código-fonte]

O primeiro catálogo de selos foi publicado em França por Oscar Berger-Levrault no dia 17 setembro de 1861. O primeiro catálogo ilustrado é da autoria de Alfred Potiquet e data de dezembro de 1861.

Originalmente os catálogos eram apenas listas de preços dos comerciantes de selos e, nalguns casos, essa ainda é uma das suas funções. Com o tempo, à medida que a filatelia se ia desenvolvendo, os catálogos começaram a acumular informação adicional sobre os selos, tal como datas de emissão, variações de cor e outras. Com a sua utilização extensiva por colecionadores, os catálogos passaram a ser aceites como o canon da filatelia, isto é, como a fonte da definição do que é ou não um selo legítimo, uma vez que muitos colecionadores se desinteressam por selos não catalogados. Recentemente a Internet transformou-se numa fonte adicional de informação filatélica, sendo que alguns catálogos dispõem de uma versão on-line.

No entanto, os catálogos mais antigos continuam a ser muito utilizados pelos filatelistas porque por vezes contêm informação que deixou de constar das versões mais modernas e nem todos os colecionadores se preocupam com a evolução dos preços.

Principais catálogos[editar | editar código-fonte]

Capa da edição de 1869 do catálogo Scott.

Os seguintes catálogos cobrem a generalidades dos selos emitidos mundialmente e tem uma presença global forte:

Muitos países dispõem de "catálogos nacionais", normalmente publicados pelo principal comerciante ou pela principal editora do país. As administrações postais publicam, muitas vezes, catálogos próprios, embora estes contenham menos informação que os catálogos especializados e sejam, por isso, destinados a colecionadores menos experientes. Alguns dos principais catálogos nacionais são:

Em Portugal, o catálogo mais divulgado é o da Afinsa.

Catálogos on-line[editar | editar código-fonte]

Alguns catálogos estão disponíveis on-line, mas nem todos permitem o acesso gratuito. Alguns dos catálogos on-line são:

No Wikibooks existe um projecto para criar um catálogo mundial:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]