Catação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Macaco-japonês praticando a catação em outro indivíduo.

Em zoologia, a catação[1] [2] [3] [4] (ou grooming[5] em inglês) se refere ao hábito presente em diversos mamíferos, especialmente os primatas, de afagar a pele ou os pêlos e catar ectoparasitas. Quando a catação é feita entre membros da comunidade, ela é denominada de catação social, tendo o fim de fortalecer os vínculos afetivos e manter a unidade e saúde do grupo. Quando é feita em si próprio, denomina-se autocatação (selfgrooming) e tem a finalidade de manter a higiene própria.

Referências

  1. Rapchan, Eliane Sebeika Chimpanzés possuem cultura? Questões para a antropologia sobre um tema "bom para pensar" - Rev. Antropol. vol.48 no.1 São Paulo Jan./June 2005
  2. Azevedo, Carolina Virgínia Macêdo de Distribuiçäo temporal diária do comportamento de cataçäo em grupos familiares de sagüis-do-nordeste (Callithrix jacchus) em cativeiro ao longo do ciclo reprodutivo
  3. Vários autores Análise preliminar do comportamento de catação do macho reprodutor do sagui (Callithrix jacchus) em relação à fêmea durante a gestação e o pós-parto no ambiente de caatinga.
  4. Vários autores Conservação do mico-leão-dourado: Enfrentando os desafios de uma paisagem fragmentada - Página 70, Figura 3
  5. VARELLA, Drauzio. Macacos. São Paulo: Publifolha, 1996.
Ícone de esboço Este artigo sobre Primatas, integrado ao WikiProjeto Primatas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.