Catedral da Dormição (Vladimir)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Владимир Успенский собор 2008.JPG

A Catedral da Dormição em Vladimir (ou Catedral da Assunção) costumava ser a catedral-mãe da Rússia medieval nos séculos XIII e século XIV. É parte do sítio classificado como Patrimônio Mundial denominado Monumentos Brancos de Vladimir e Súzdal.

A catedral foi encomendada por André, o Pio na capital Vladimir e consagrada à Dormição da Theotokos (Virgem Maria), que promoveu como protetora de suas terras. Originalmente construída em 1158-1160, a catedral foi aumentada em 1185-1189 para refletir o prestígio de Vladimir. Permaneceu a maior igreja da Rússia durante mais de 3 séculos.

André, o Pio, Vsevolod, e outros regentes do Principado de Vladimir-Súzdal foram enterrados na cripta dessa igreja. Diferente de outras igrejas, sobreviveu à grande devastação da cidade em 1239, quando os bandos de Mongóis de Batu Khan tomaram a capital.

O interior foi pintado no século XII e depois repintado por Andrei Rublev e Daniil Chernyi em 1408. A Catedral da Dormição serviu como modelo para Aristotele Fioravanti quando ele projetou no Kremlin de Moscovo a Catedral da Dormição em 1475-1479.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Catedral da Dormição (Vladimir)

Ver também[editar | editar código-fonte]