Catedral de Cuenca (Espanha)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Catedral de Santa María e San Julián de Cuenca
Catedral de Santa María e San Julián de Cuenca

A Catedral de Santa María e San Julián de Cuenca é o templo principal da cidade e a sede diocesana da diocese de Cuenca, na arquidiocese de Toledo, Espanha. Expresión unica en la Iberia, del arte gótico anglonormando si construye en el siglo XII.

Sabe-se que a esposa do rei Alfonso VIII, Eleanor Plantagenet foi a inspiração deste majestoso edifício, aconselhado por seus cavaleiros anglo-normandas. Portanto Catedral Cuenca apresenta elementos que o diferenciam de muitas catedrais góticas que existem em Espanha, com influência francesa. Este templo é coberto por abóbadas sexpartitas que começam de um pacote de pequenas colunas. A nave é separada do lado por grandes arcos ogivais que repousam sobre pilares maciços de diferentes espessuras. Seu clerestory é única em Espanha, devido à sua origem e sua função ornamental enfatiza a sua solução original para neutralizar a pressão das abóbadas.

Mistérios escondidos na Catedral de Cuenca[editar | editar código-fonte]

A lenda diz que esta será a única catedral fortaleza para a Salvação do dia Fim desesperada do mundo, previsto por Nostradamus em suas "Centúrias". É o que afirma Rodrigo de Luz, erudito e arquiteto, vinculada à Catedral de Cuenca.

Rodrigo de Luz diz que dentro deste templo foi salvo e preservado o Santo Graal, que é por isso que a Catedral de Cuenca, no dia do cataclismo final não será destruído e todos os que se refugiam dentro de seus muros antigos. Após a leitura dos livros do Apocalipse e os séculos de Nostradamus, o pesquisador concluiu que os dois textos referem-se ao templo, no final do dia, os presentes receberão a sua salvação.

Sublinhando as semelhanças de Cuenca ea Nova Jerusalém dos livros do Apocalipse, a Nova Jerusalém terá uma porta de salvação ", com 12 portas; nas 12 portas, 12 anjos. "

A Catedral de Cuenca se encaixa nessa comparação, 12 portões de arcos, cada um dos quais tem 12 anjos, tal como indicado no livro do Apocalipse, como uma curiosidade, os 12 anjos de pedra foram esculpidas com um rosto sério e suas mãos pegam um livro, todos, exceto um, que está sorrindo alegremente e segurando nas mãos um copo, pensando que isso mostra parte da lenda do Santo Graal escondido eo Mistério da Catedral de Cuenca, onde alguns especulam que esta secretamente escondido o Santo Graal.

Há mais mensagens escondidas, como é o mistério do escudo de armas da cidade de Cuenca, é um escudo de grande simplicidade, curiosamente contém um copo, e esse copo, contou com um 8 aguçado, símbolo dos Templários.

Ícone de esboço Este(a) artigo sobre capela, igreja ou catedral é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Catedral de Cuenca (Espanha)