Catedral de Luzes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Catedral de Luzes sobre o Zeppelintribune.

Catedral de Luzes, foi o termo utilizado para descrever o sistema de iluminação utilizado nos desfiles de Nuremberg. Consistia em 130 luzes de defesa anti-aérea, que estavam posicionadas em intervalos de 12 metros, viradas para cima. A Catedral de luzes foi filmada no documentário Festliches Nürnberg, de 1937.

Foi concebida por Albert Speer, a pedido de Hitler para organizar e arquitetar as áreas de desfile de Nuremberg para as celebrações anuais. O embaixador britânico Sir Neville Henderson, se referiu a ela como "catedral de gelo".[1] É considerado um dos maiores trabalhos de Speer, que descreveu-o como o seu mais belo trabalho.[1]

A ideia não foi aprovada pelo comandante da Luftwaffe Hermann Göring, pois o número de luzes de defesa anti-aérea usada representava boa parte da reserva estratégica da Alemanha. Mesmo assim, Hitler continuou usando a ideia até o último desfile de Nuremberg, sugerindo que era uma boa peça de desinformação, "as outras nações vão achar que a Alemanha tem de sobra essas luzes, portanto, ceda elas para o projeto do Speer".[1]

Referências

  1. a b c Speer, Albert. Por Dentro do III Reich. New York and Toronto: Macmillan, 1970. 58-59 pp. [traduzido do alemão para o inglês por Richard and Clara Winston.] Republicado em em 1997 por Simon & Schuster, ISBN 0-684-82949-5.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Nazismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Catedral de Luzes