Catedral de Santa Maria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Se você procura a Catedral da cidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, veja Catedral de Nossa Senhora da Conceição

Imagem: Catedral de Santa Maria e Igreja de São Miguel em Hildesheim A Catedral de Santa Maria está incluida no sítio Catedral de Santa Maria e Igreja de São Miguel em Hildesheim, Património Mundial da UNESCO. Welterbe.svg
A Catedral vista de noroeste
Vista do interior
Roseira com 1.000 anos

A Catedral de Santa Maria (Dom St. Maria), em Hildesheim, Alemanha, é uma importante catedral católica do período medieval, que está na lista de Património Mundial da UNESCO desde 1985. Com a sua basílica de três naves, é uma das mais antigas igrejas episcopais da Alemanha.

A Catedral foi construída entre 1010 e 1020 no Estilo românico. Segue um plano geométrico com duas absides, que é característico do Estilo Românico Otónico na Velha Saxónia. Depois de renovações e extensões nos séculos XI, XII e XIV, a catedral foi completamente destruída durante um bombardeamento em 1945, mas as obras de arte já estavam seguros em outros depósitos. La catedral foi reconstruída entre 1950 e 1960.

A Catedral é famosa pelas suas obras-de-arte. Estas incluem:

No meio do pátio da catedral fica a Capela de Ana (Annenkapelle), erigida em 1321 em estilo gótico. Trepando a parede da abside da catedral está a lendária roseira com 1.000 anos, que simboliza a prosperidade da cidade de Hildesheim. De acordo com a lenda, desde que a roseira floresça , Hildesheim não declinará. Em 1945 houve um bombardeamento, no entanto a roseira sobreviveu.

O Museu da Catedral tem uma das maiores colecções de tesouros medievais na Europa.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Catedral de Santa Maria