Catello de Castellammare

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde janeiro de 2012)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

São Catello (século IX) é um santo italiano, patrono da cidade portuária de Castellammare di Stabia, e cuja festa ocorre a cada dia 19 de janeiro.

É o santo protetor dos forasteiros. Era amigo de Santo Antonino de Sorrento. Catello era bispo de Castellammare, mas desejava tornar-se eremita. Por isso, outorgou a Antonino a tarefa de substituí-lo, e retirou-se para o Monte Áureo. Mas Antonino tinha ele próprio a intenção de também tornar-se eremita, então Catello retornou a sua . Porém, a vocação para a vida de eremita levou Catello a retornar ao Monte Áureo, passando então a dedicar-se esporadicamente a sua diocese.

Uma visão de São Miguel Arcanjo convenceu os dois amigos a erigirem um oratório de pedra. Subsequentemente, Catello foi acusado de feitiçaria por um padre chamado Tibeio de Stabia, e foi mantido cativo em Roma até que um novo papa o libertasse. Ele voltou então para sua cidade e dedicou-se a expandir a igreja que tinha ajudado a fundar.

Os habitantes de Sorrento, entretanto, convenceram Antonino a se estabeler na cidade. Ele tornou-se abade do monastério beneditino de São Agripino.

O detalhes da vida de São Catello baseiam-se nos escritos de um cronista anônimo do final do século IX e seu culto foi confirmado pela Sagrada Congregação dos Ritos em 13 de setembro de 1729.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]