Catuários

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
O Hettergouw na parte inferior do Reno no Reino Franco, em homenagem ao Hetware.

Os Catuários ou Chattuarii, Attoarii eram uma tribo germânica dos Francos, que vivia originalmente a leste do norte do Reno e ao oeste da terra dos Catos e ao sul da terra dos Brúcteros. Alguns deles (laeti) se instalaram na Pagus attuariorum (do Francês Atuyer, como compreendia Oscheret na época) ao sul de Langres, no século terceiro. No século 5, muitos dos Catuários cruzaram o rio Reno e se instalaram na área entre o norte do Meuse e o Reno, direito a oeste de sua origem.

Dados históricos[editar | editar código-fonte]

Segundo Tácito, eles habitavam "para além dos Chamaves e Angrivarianos" [1] e que viviam ao sul dos Suevos e ao oeste dos Catos [2] ou seja, a parte inferior do Reno, onde hoje é a moderna Hanôver. Segundo um entendimento histórico o nome "Chasuarii" significa "habitantes da [rio] Hase"", um afluente leste do rio Ems. No segundo século o geógrafo Cláudio Ptolomeu menciona que os "Kasouarioi" viviam ao leste das montanhas Abnoba, nos arredores de Hesse. Muitos historiadores são da opinião de que tanto "Chasuarii", "Casuari" e "Chattuarii", sejam denominações referente à mesma tribo. Sabe-se que eles deixaram seu local de origem, provavelmente em uma data anterior a 98 AD e sob o imperador romano, Galiano, transferiram-se para uma região à leste de Mogúncia, dentro do território romano. [3]

A partir do século 7 parece que eles foram absorvidos pelos ripuários. Desde os carolíngios existiu uma provínciaCatuariana na margem esquerda do Reno (na parte oriental da França), documentado em primeiro lugar pelo Tratado de Meerssen, de 870.

Os Catuários contam também do poema Beowulf como os "Hetwaras" onde aparecem para a formação de uma liga, juntamente com os Hugas (que pode muito bem ser os Caúcos) e frisões para lutar contra uma força de invasão Geatish. Os Geats são derrotados e seu rei Hygelac é morto, Beowulf sozinho escapa. De acordo com Widsith, os Hætwera foram governados por Hun.

Wikisource[editar | editar código-fonte]

Localização[editar | editar código-fonte]

Quando os romanos chegaram, várias tribos foram localizados na região dos Países Baixos, que residiam nas partes habitáveis mais altas, especialmente no leste e sul. Essas tribos não deixaram registros escritos. Todas as informações conhecidas sobre elas durante este período pré-romano é baseada no que os romanos, mais tarde, escreveram sobre as mesmas.

O local aproximado (hoje Holanda) onde as tribos germânicas se assentaram no séc. I. Os limites exatos são desconhecidos entretanto, e H a M em particular, não devem ser considerados como representações exatas.

As tribos mostrado no mapa à esquerda são:


Outros grupos tribais não mostrados neste mapa, mas associado com a Holanda são:

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o portal:
  • Cultura germânica primitiva

Referências

  1. Tácito, Germania, 34,1.
  2. (Cláudio Prolomeu, Geographia, 2,11,11.
  3. Laterculus Veronensis 15,6

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.