Caveira Vermelha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde maio de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Caveira Vermelha
Caveira Vermelha por Steve Epting.jpg

Arte de Steve Epting
Dados da publicação
Publicado por Marvel Comics
Primeira aparição Captain America Comics #7 (Outubro de 1941)
Criado por Jack Kirby
Joe Simon
Características do personagem
Alter ego Johann Schimidt
Terra natal Alemanha
Afiliações Partido Nazista
Hidra
I.M.A
Ocupação Líder da Hidra
Codinomes conhecidos Caveira, Crânio Vermelho
Habilidades Força; Habilidade com armas; Reflexos apurados; Resistência; Imunidade fisiológica; Intelecto genial; Mentor político
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

O Caveira Vermelha (Red Skull em Inglês) é um personagem da Marvel Comics criado por Joe Simon e Jack Kirby em 1941. Supervilão cujo maior inimigo é o Capitão América. No Brasil já foi chamado simplesmente de Caveira (revistas da EBAL e na dublagem do desenho de 1966) e de Crânio Vermelho (revistas da Bloch). Na Era moderna apareceu pela primeira vez na revista Tales of Suspense #66, e como o agente nazista John Maxon em Tales of Suspense #65.

Origem[editar | editar código-fonte]

John Maxon foi cronologicamente O Caveira Vermelha original, nas histórias do Capitão América da Era de Ouro dos quadrinhos, depois foi reformulado por Stan Lee e Jack Kirby. Depois se soube que ele seria verdadeiramente Johann Schimidt.

Johann Schmidt é filho de um camponês analfabeto e bêbado. Sua mãe morreu ao lhe dar a luz e seu pai, que tentou afogá-lo por causa disso em uma bacia e foi contido pelo obstetra, logo em seguida suicídou-se.

Schmidt fugiu aos sete anos do orfanato onde foi criado, cresceu nas ruas da Alemanha, sendo preso varias vezes por pequenos crimes.

Segunda Guerra[editar | editar código-fonte]

Hitler encontrou Schmidt quando este trabalhava como camareiro em um motel onde o líder nazista se hospedou. Hitler o treinou pessoalmente,oferecendo ao final do processo uma mascara vermelha no formato de um crânio e o nome que carrega até hoje (simbolo da supremacia nazista).

Sua reputação era tão grande que chegou a assustar seu próprio criador.

Nos EUA ele conhece o Capitão América e se torna seu principal adversário.

No final da guerra o Capitão América localizou sua casamata oculta, e durante a batalha que se segue o vilão fica preso em um desabamento, sendo atingido por uma mistura de gases que vaza da parede, ficando preservado em animação suspensa, dando-lhe algumas capacidades sobre-humanas.

Anos 50[editar | editar código-fonte]

Depois da guerra, surgiu um imitador do Caveira chamado Albert Malik. Ele mantinha uma base de operações que ficava na Argélia e trabalhava para os comunistas soviéticos. Enfrentou o Capitão América IV e foi responsável pela morte dos pais de Peter Parker (o Homem-Aranha). Posteriormente, Malik fugiu da cadeia mas foi morto logo após a fuga pelo Carrasco do Submundo, a mando do Caveira Vermelha original que, nessa época, usava um corpo clonado de Steve Rogers.

Era moderna[editar | editar código-fonte]

20 anos depois do fim da II Guerra Mundial, os robôs Hibernantes (em inglês Sleepers), programados pelo Caveira, iniciaram um ataque aos Estados Unidos. Originariamente eram 3 (três) que depois se juntaram formando um único artefato explosivo. Foram detidos pelo Capitão América. Haveria outros Hibernantes, como o surgido quando o Rei do Crime foi enganado por seu filho e inimigo Richard Fisk. Ele havia se bandeado para o lado da Hidra, assumindo o controle de uma das divisões da organização nos Estados Unidos. Quando o Rei do Crime descobriu, aliou-se ao Capitão América para derrotá-lo.

O Caveira Vermelha despertou na Era Moderna, logo após o ataque dos Hibernantes originais. Se auto proclamou o herdeiro da vilania de Hitler e continuou com seus planos nazistas, sendo sempre confrontado pelo Capitão América.

Numa das primeiras batalhas entre os dois, o vilão faz uso do cubo cósmico,objeto que materializa os desejos de seu possuidor e foi inventado pela I.M.A. (mais tarde descobriu-se tratar-se de um alienígena que passou a ser chamado de Kubik). No segundo ataque usando o cubo, trocou de corpo com o Capitão, que foi jogado numa ilha onde estavam prisioneiros um grupo de criminosos de guerra (chamado de Os Exilados), inimigos do Caveira. Nessa ilha o Capitão conheceu Sam Wilson, que o ajudaria adotando a identidade do Falcão. Mais tarde, descobriu-se que o Falcão era manipulado pelo Caveira Vermelha para ser usado como arma contra o Capitão. Mas essa história foi desconsiderada da cronologia da Editora Abril, sendo conhecida no Brasil apenas a versão publicada pela Editora Bloch.

Em outra luta, o vilão ficou exposto ao seu próprio "pó da morte", sobrevive mas fica com o rosto desfigurado pra sempre.

Muda sua filosofia para a Anarquia, considerando o nazismo ultrapassado. Porém sempre visando um mundo nazista á sua imagem.

O Caveira Vermelha é odiado pelos vilões americanos, só conseguindo utilizá-los quando permanece em segredo. Essa postura foi amenizada um pouco quando o Caveira Vermelha se associou aos vilões Marvel na série Atos de Vingança. Porém quando essa aliança vilanesca acabou, um de seus membros, Magneto, o mutante mestre do magnetismo invade seu quartel general para lhe perguntar se ele era mesmo o Caveira Vermelha que havia trabalhado pra Hitler na Segunda Guerra.

Ele diz que sim, apesar de estar em seu segundo corpo.E Magneto diz que foi vítima da opressão nazista,e ,embora ele não seja responsável direto ele serviu aqueles bárbaros.Ele tenta fugir mas Magneto o prende á varios metros de profundidade, largando-o para morrer.Ele é achado por seus asseclas em estado crítico mas sobrevive.

Nos anos 90 descobriu-se que tinha uma filha, tão maligna como o pai a quem ajudava sob o nome de Madre Superiora. Nessa época o Caveira se associou a vários asseclas, que depois se juntaram formando a Gangue do Esqueleto: Mecanus, Asa Negra e Halloween, liderados pelo principal deles: o Ossos Cruzados. Também participou de um Crossover Marvel Comics x DC Comics, aparecendo como aliado do Coringa e enfrentando o Batman e o Capitão América.

Guerra Civil[editar | editar código-fonte]

Ele é responsável no final pela morte do seu maior inimigo, mandando Ossos Cruzados atirar no Capitão América no dia de seu julgamento. Ele planejava tomar posse do corpo de seu inimigo, mas Sharon Carter impede acreditando que o matou.

Reinado Sombrio[editar | editar código-fonte]

Na saga Capitão América: Renascido, o Caveira (com sua mente dentro de um andróide feito por Arnim Zola)faz um trato com Norman Osborn, e com o auxílio do Dr. Destino, ele tenta tomar conta outra vez do corpo do Capitão América,que está com sua mente deslocado do tempo,dando a impressão que está morto. É impedido por Bucky, Sharon Carter e os Vingadores. Acaba sendo explodido em seu corpo de andróide, e dado como morto. Sua filha acaba sendo pega na explosão, e fica com o rosto queimado lembrando uma versão feminina de seu pai.

Poderes[editar | editar código-fonte]

O Caveira Vermelha possuí praticamente as mesmas capacidades do Capitão América, tanto em seu primeiro corpo, afetado pelos gases experimentais quanto ao seu corpo clonado de Steve Rogers.

Eis uma lista de seus poderes:

  • Força
  • Agilidade
  • Reflexos
  • Resistência
  • Imunidade Fisiológica
  • Intelecto Genial

Em outras mídias[editar | editar código-fonte]

Hugo Weaving como Caveira Vermelha.

Em 1990 foi lançado um filme com o título Captain America, estrelando Scott Paulin no papel do vilão.

Em 2011 o personagem foi interpretado por Hugo Weaving, no filme The First Avenger: Captain America.[1] A máscara utilizada pelo ator foi feita de silicone e desenvolvida pelo designer prostético David White. Todo o processo de maquiagem levou até três horas. O uniforme foi desenvolvido pela figurinista Anna Sheppard.[2] Diferente do que acontece nas histórias em quadrinhos, no filme o Caveira Vermelha é responsável pela derrota do Capitão América e não o Barão Zemo.[3]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]