Ceci e Peri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ceci e Peri
Personagem de O Guarani
Ceci e Peri na capa do libreto da ópera "O Guarani"
Nascimento 1857
Espécie Humana
Características Ceci - filha de colonos portugueses. Peri - nativo da nação dos goitacás
Criado por José de Alencar
Primeira aparição 1857
Projecto Literatura  · Portal Literatura

Ceci e Peri são os personagens principais do romance O Guarani, do escritor José de Alencar, inicialmente publicado em forma de folhetim, em 1857, quando obteve grande reconhecimento pelo público.[1]

"O testemunho de Visconde de Taunay revela o sucesso do romance na cidade de São Paulo: "Quando chegava o correio, com muitos dias de intervalos, então reuniam-se muitos estudantes numa república em que houvesse qualquer feliz assinante do Diário do Rio para ouvir, absortos e sacudidos de vez em quando por elétrico frêmito, a leitura feita em voz alta por algum deles..."

A aventura de Ceci, casta, diáfana e muitas vezes identificada como a Virgem Maria, e de Peri, o "bom selvagem", corajoso chefe da nação dos goitacás, que abandona seu povo para servir a sua senhora, foi apropriada por diferentes registros culturais: da tradição popular das feiras aos palcos dos teatros frequentados por setores mais abastados, passando pelo cinema e pelas novelas, ou ainda, pela divertida marchinha de Lamartine Babo, no carnaval de 1934, intitulada "História do Brasil".

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Segundo o tupinólogo Eduardo de Almeida Navarro, o nome "Ceci" tem origem na palavra tupi sasy, que significa "dói, ele tem dor", numa referência à dor que Peri sentiria por nutrir um amor impossível (devido às diferenças culturais entre ele, um índio, e Ceci, uma descendente de portugueses) em relação a Ceci.[2]

Referências

  1. Revista Entre Livros. "Ceci e Peri, o advento da brasilidade", pg. 28-29. Editora Duetto. São Paulo (2006)
  2. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. 3ª edição revista e aperfeiçoada. São Paulo. Global. 2005. p. 133.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.