Celso Frateschi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Celso Frateschi
Celso Frateschi
Nascimento 1952 (62 anos)
São Paulo, Brasil
Cônjuge Sylvia Moreira

Celso Frateschi (São Paulo, 1952) é um ator e político brasileiro. É filiado ao Partido dos Trabalhadores e casado com a arquiteta e cenógrafa Sylvia Moreira, pai do também ator André Frateschi e Ludmila Frateschi.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi secretário municipal da Cultura de São Paulo na gestão Marta Suplicy, e atualmente é secretário de Cultura em São Bernardo do Campo.

É proprietário do Teatro Ágora, em São Paulo. Recentemente interpretou Ricardo III e Sonho de um homem ridículo com grande sucesso. Ator, diretor e autor, foi um dos fundadores dos grupos Teatro Núcleo Independente, Teatro Pequeno, e Ágora – Centro para o Desenvolvimento Teatral, de São Paulo. Estreou no Teatro de Arena de São Paulo, em 1980, em Teatro Jornal 1ª Edição, de Augusto Boal. Trabalhou com os principais diretores do teatro brasileiro, como Enrique Diaz, José Possi Neto e Domingos de Oliveira.

Escreveu A Epidemia, com Paulo Maurício, e Os Imigrantes, com o qual estreou como diretor e recebeu, em 1978, o 'Prêmio Mambembe' de melhor ator. Recebeu o 'Prêmio Shell' de melhor ator em 1988, por Eras, de Heiner Müller. É professor licenciado da Escola de Arte Dramática da USP. Foi secretário municipal de Cultura em Santo André e em São Paulo, na gestão de Marta Suplicy, em 2003 e 2004 e foi presidente da Funarte até outubro de 2008, quando pediu demissão. Em carta intitulada "O transatlântico fantasma" divulgada na noite desta segunda-feira (06/08), Frateschi afirma que não resistirá ao "movimento articulado de alguns funcionários e de alguns setores do Ministério da Cultura para desestabilizar minha gestão na presidência da Funarte".

Em agosto de 2008 Celso Frateschi inaugurou seu blog pelo site da revista Bravo!.[1] Atualmente está produzindo a peça "Tio Vânia", de Tchecov.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Na TV[editar | editar código-fonte]

No cinema[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. http://bravonline.abril.com.br/blog/celsofrateschi/
  2. Guilherme Damasceno (Celso Frateschi) Sessão de Terapia - GNT. Visitado em 19 de dezembro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]