Celso (filósofo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Celsus)
Ir para: navegação, pesquisa
Nota: para outros significados do nome, consulte a página Celso.

Celso (em grego: Κέλσος) foi um filósofo grego do século II, lembrado como opositor do Cristianismo. Sua obra A Verdadeira Palavra foi contestada por Orígenes, numa polêmica famosa, em sua obra Contra Celsum.

Sua existência só é atestada pelos seus escritos, e nada se sabe sobre sua vida. O que se depreende de sua obra é que foi um seguidor de Platão e talvez de Fílon. Tinha um bom conhecimento do Gnosticismo, da religião egípcia e da teologia do Logos judaica. Ele escreveu num tempo em que o Cristianismo estava sendo ativamente perseguido, o que deve ter ocorrido no reinado de Marco Aurélio.

Em torno de 245 d.C. sua obra foi enviada para Orígenes para ser refutada, e o resultado foi a Contra Celsum, que contém trechos do original e interpolações de Orígenes. O conteúdo da obra de Celso atacava a forma de nascimento de Jesus, que alegou ter sido adulterina, e disse que ele aprendeu sua filosofia no Egito. Também negou sua natureza divina. Rebateu a doutrina da encarnação de Deus como absurda, e também a da providência divina. Defendeu o politeísmo e disse que cada lugar e povo tem suas deidades particulares, e seus profetas, que aparecem de tempos em tempos. O livro é interessante também porque dá uma visão externa do Cristianismo no século II.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Celsus», especificamente desta versão.
Ícone de esboço Este artigo sobre filosofia / um filósofo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.