Cemitério Israelita da Vila Mariana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Entrada do Cemitério Israelita da Vila Mariana

O Cemitério Israelita da Vila Mariana é uma necrópole brasileira de confissão judaica criada em 1923 no bairro da Vila Mariana, em São Paulo.

Tem sua origem em uma doação de Maurício Klabin, quando da fundação da Sociedade Cemitério Israelita de São Paulo. A família Klabin ainda doaria terras para o cemitério até 1947, quando já não mais foi possível ampliar a área.[1]

Primeiro cemitério comunitário judaico de São Paulo, a origem deste cemitério, segundo histórias populares, leva a um sítio da família Klabin, que no início do século ainda servia como sinagoga para grandes festas. Quando da doação da área, foi acordado com a prefeitura que a área se destinaria a abrigar um cemitério judaico, um católico e um protestante, uma vez que, naquela época, não havia cemitérios particulares na cidade.[1]

A guarda dos registros de sepultamentos permaneceu como incumbência da municipalidade, até 1964. Neste ano, devido a um incêndio, muitos dos registros, que não possuíam cópia, ficaram perdidos. O serviço de coveiros ainda fez parte de atribuição municipal até a década de 1970.[1]

Atualmente, encontra-se quase lotado, sendo administrado pela Associação Cemitério Israelita de São Paulo - Chevra Kadisha (ACISP)[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]