Central de Artesanato do Ceará

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Central de Artesanato do Ceará (CeArt) é um mercado de Fortaleza que comercializa o artesanato produzido no Ceará[1] [2] .

Surgiu em 1979 pelas mãos de Luiza Távora, então primeira-dama do estado, como ação governamental para fomentar, desenvolver e organizar o artesanato cearense[3] [4] .

A primeira sede do Ceart, projetada pelo engenheiro cearense Pedro Natale Rossi, utilizava troncos de carnaúba em sua estrutura. No entanto, a construção se desgastou com o tempo e um novo projeto teve que ser erguido no local. A nova Central foi inaugurada em março de 1992[5] .

Em 2006, o total de artesãos cadastrados chegou a quase 35 mil[6]

Atualmente o órgão é vinculado à Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social. Além de funcionar como mercado, a Central oferece cursos de capacitação[7] para artesãos, promove ações para levar suas obras a outros mercados[8] e abriga exposições[9] .

Referências

  1. CEART, Centro de Artesanato do Ceará - Ceará.com
  2. CeArt é vitrine do artesanato cearense Roteiro Ceará
  3. Praça deve ficar pronta em dezembro. O Povo, 2 de julho de 2010
  4. Central de Artesanato do Ceará. Portal do Artesanato, 28 de março de 2011
  5. Palácio do Plácido. GuiaCE - Guia de Informações do Ceará
  6. Produtos da Central de Artesanato do Ceará em destaque na feira. Diário do Nordeste, 24 de novembro de 2006
  7. Governo do Estado inaugura Núcleo de Capacitação para o Artesão. Governo do Estado do Ceará
  8. Artesanato cearense é comercializado em shopping de Fortaleza. Governo do Estado do Ceará, 20 de julho de 2011
  9. Vida de Padre Cícero em exposição na Ceart. Governo do Estado do Ceará, 27 de janeiro de 2012

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.