Centro Esportivo Miécimo da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Centro Esportivo Miécimo da Silva (CEMS), localizado no bairro de Campo Grande, Zona Oeste da Cidade, é um dos maiores equipamentos públicos da América Latina, ocupando área de 64.000m². No local, serão realizadas as competições de caratê, squash, futebol feminino e masculino, patinação artística e de velocidade dos Jogos Pan-Americanos Rio 2007.

No complexo esportivo, que possui pista de atletismo, piscina olímpica e estádio de futebol, o Ginásio Algodão destaca-se como um dos mais modernos do Brasil. Totalmente climatizado e com capacidade para 4.500 espectadores, foi palco de grandes eventos, como o jogo de exibição de basquete entre os times do americano Magic Johnson e do brasileiro Oscar Schmidt, além de partidas da Seleção brasileira de futsal.

Inaugurado em 1982, o Miécimo tornou-se referência em eventos esportivos nacionais e internacionais a partir de 2003, quando sediou o Campeonato Sul-Americano de Vôlei. Na disputa, o Brasil conquistou seu 24º título sul-americano, com a mesma equipe que levaria o ouro nos Jogos Olímpicos de Atenas. No ano seguinte, foi a vez do GP de Atletismo, evento que reuniu 160 atletas de 32 países.

Na época, a Prefeitura do Rio investiu na reforma da pista para obter a homologação da Associação Internacional das Federações de Atletismo. Com isso, o Miécimo tornou-se em 2004 o único centro esportivo da Cidade e o terceiro do país certificado para sediar competições internacionais.

Ainda em 2004, o complexo recebeu os melhores nadadores do mundo para a última etapa da Copa do Mundo de Natação e sediou o XVI Aberto do Brasil de Tênis de Mesa, evento que reuniu os melhores atletas dessa modalidade esportiva. O centro esportivo de Campo Grande sediou a Copa do Mundo de Ginástica e os Jogos Mundiais em Cadeira de Rodas & Amputados, em setembro de 2005.

Para abrigar competições do Pan Rio 2007, a Prefeitura investiu R$ 2.464.835,15 em melhorias no Miécimo. As modificações, previstas em projeto do Comitê Organizador (CO-Rio), incluíram plantio de grama tipo tispon no campo de futebol, modernização da pista de atletismo, troca de refletores, reforma dos vestiários, com instalação de chuveiros elétricos, reforma da pista interna de atletismo para aquecimento e pintura das instalações.

Na quadra central, local das provas de patins, caratê e squash, foi colocado piso de madeira flutuante. O estádio de futebol, já com o novo placar eletrônico instalado, terá as arquibancadas ampliadas para receber até 2 mil espectadores. As arquibancadas do Ginásio Algodão foram pintadas nas cores laranja, amarelo, vermelho e lilás. O projeto prevê também a instalação de banheiros químicos, tendas, mobiliário e comunicação visual.

As competições do Pan Rio 2007 no complexo de Campo Grande serão realizadas em três períodos: 14 a 19, 21 a 22 e 25 a 27 de julho.

Vinculado à Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SMEL), o Centro Miécimo da Silva está localizado na Rua Olinda Elis, 470 – Campo Grande, e oferece gratuitamente 21 atividades esportivas, entre as quais hidroginástica, ginástica, dança de salão, vôlei para a 3ª idade, atletismo, tênis, ioga, natação, badminton, basquete, handebol, futebol, futsal, vôlei, boxe olímpico, capoeira, caratê, judô, jiu-jítsu, ginásticas rítmica, artística e localizada, step e jazz. Há também modalidades para pessoas com deficiência: natação, atletismo, ginástica, recreação, dança, bocha e basquete adaptado. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone da Central de Atendimento da SMEL (2497-4839 Engenhão integra o Rio ao circuito mundial do esporte


O Estádio Olímpico Municipal João Havelange, popular Engenhão, simboliza a entrada do Rio no circuito das competições esportivas de nível internacional, a partir da realização dos XV Jogos Pan-Americanos. Em uma área abandonada no bairro do Engenho de Dentro, a Prefeitura deu início, em setembro de 2003, à maior obra deste porte realizada na Cidade nos últimos 50 anos, para sediar as disputas de futebol e atletismo entre países das três Américas.

Com desenho moderno, inspirado em projeto do arquiteto Oscar Niemeyer, e equipamentos que incorporam tecnologia de última geração, o estádio foi inaugurado com capacidade para receber 45 mil espectadores. Mas há espaço disponível para ampliar sua capacidade até 60 mil, o que possibilitará sediar outros eventos internacionais, como a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos.

A construção do Engenhão implantou um complexo esportivo de primeiríssima linha no terreno de 200.000 m², antes ocupado pelas oficinas da antiga Estrada de Ferro Central do Brasil. O estádio ocupa 72.267 m², em uma área total construída de 179.454m². As arquibancadas têm cobertura de chapas de aço sustentadas por quatro grandes arcos.

Outro grande avanço é a destinação de espaço para pessoas com deficiência. São 250 lugares para pessoas que se locomovem em cadeira de rodas e 60 para quem tem dificuldade de movimento. Há também dependências especiais para deficientes auditivos e visuais, com sinalização sonora e tátil.

As rampas de acesso às arquibancadas têm inclinação adequada a pessoas com deficiência e largura suficiente para a passagem de viaturas e ambulâncias. Todos os andares são ligados por elevadores. O sistema de circulação do público foi planejado para possibilitar a evacuação do estádio em aproximadamente dez minutos.

O campo de futebol tem as dimensões 105mx68m. Na cobertura foi utilizada grama especial, que suporta impactos e cresce rapidamente. A iluminação é a mais moderna do país, feita por 396 projetores que não produzem sombra no gramado. Há dois placares eletrônicos e dois telões de projeção, que permitem o acompanhamento dos jogos ao vivo.

A pista de atletismo conta com nove raias com 400m, no padrão estabelecido pela Federação Internacional de Atletismo. Para o aquecimento dos atletas há uma pista externa, com características idênticas à da pista de competições. Ambas as pistas são revestidas por um piso azul do tipo Sportflex Super X, de 14mm, utilizado nos Jogos Olímpicos de Atenas.

Na construção das pistas de atletismo foi empregado o que há de mais moderno em tecnologia de equipamentos esportivos. O revestimento é de borracha vulcanizada, antiderrapante, resistente aos cravos das sapatilhas e com amortecimento de impacto, que evita contusões. As instalações de atletismo incluem também setor para competições de salto com vara, salto em altura, salto triplo e em distância e pista de dardo.

Para monitoramento da circulação, o estádio dispõe de sistemas integrados, com 86 câmeras de TV, som, telefone, alarme, combate a incêndio e controle policial, além de postos de atendimento médico de urgência e um heliponto, para transporte de emergência.

O acesso ao Engenhão é feito por quatro pórticos, com 37 roletas eletrônicas e 72 bilheterias, distribuídos no quadrilátero formado pelas ruas Arquias Cordeiro (Sul), Doutor Padilha (Leste), das Oficinas (Norte) e José dos Reis (Oeste), onde fica a entrada principal. Localizado próximo à Estação Ferroviária do Engenho de Dentro, o estádio tem ligação rápida com a Barra da Tijuca, através da Linha Amarela.