Centro Experimental Aramar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Programa Nuclear Brasileiro
Aramar2008-08-31.jpeg
Instalações do Centro Experimental de Aramar, Iperó.
Usinas
Angra 1 · Angra 2 · Angra 3
Localização
Praia de Itaorna · Angra dos Reis · Rio de Janeiro
Histórico
Almirante Álvaro Alberto · Programa nuclear brasileiro
Acordos
Acordo Brasil-Alemanha · Acordo Brasil-França
Administração
Eletrobrás Termonuclear S.A. · Eletrobrás · Indústrias Nucleares do Brasil
Correlatos
Brasil e as armas de destruição em massa · Fábrica de Combustível Nuclear de Resende · Submarino nuclear brasileiro · Centro Experimental Aramar · Usina nuclear · Lixo atômico · Reator nuclear · Lista de usinas nucleares

O Centro Experimental ARAMAR localiza-se em Iperó, Região de Sorocaba, no estado de São Paulo, no Brasil.[1]

Responsável pelo desenvolvimento de pesquisas nucleares da Marinha do Brasil, ali funcionam o Laboratório de Enriquecimento Isotópico e a Usina de Demonstração de Enriquecimento (USIDE), onde são realizados os testes de enriquecimento de urânio.[2]

Prêmio Esso de 1997[editar | editar código-fonte]

Pela reportagem Aramar teve acidentes radioativos (Jornal do Brasil, edição de 28 de dezembro de 1996)[3] Tania Malheiros ganhou o Prêmio Esso de jornalismo em 1997, na categoria Informação Científica, Tecnológica e Ecológica.[4] A repórter foi merecedora do Prêmio Esso por ter denunciado um vazamento de gás de urânio, que contaminou funcionários no complexo do Centro Experimental Aramar, no interior de São Paulo. Ela teve acesso exclusivo a um relatório que comprovava o despreparo do Centro Experimental da Marinha do Brasil para controlar o material radioativo. Com chamada na primeira página a matéria teve grande destaque e repercussão.[5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Marinha do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.