Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Considerada a maior maternidade de Pernambuco em número de atendimentos, o Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros – CISAM — é referência no Estado na assistência à gestante de alto risco e na capacitação de profissionais, na área de assistência integral à mulher.

Fundado em janeiro de 1947, o CISAM teve sua origem na Maternidade da Encruzilhada e no Centro de Saúde Amaury de Medeiros, ambos pertencentes à Secretaria de Saúde de Pernambuco. Em 1973, a antiga Fundação de Ensino Superior de Pernambuco (FESP), hoje Universidade de Pernambuco – UPE, assumiu a administração dessas instituições, incorporando-as como Hospital de Ensino.

Entre 1993 e 1997, foi avaliado pela Comissão de Saúde da Assembléia Legislativa como o melhor Serviço Público Estadual na Assistência à Mulher, por se incorporar ao movimento de mulheres em favor da implantação do aborto previsto por lei. Em 1996, o CISAM passou a ser hospital referência também na assistência à mulher vítima de violência.

Desde 1995, as disciplinas de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Ciências Médicas de Pernambuco - FCM são ministradas nessa instituição, promovendo a integração docente-assistencial. Atualmente, o CISAM está integrado aos cursos de graduação, pós-graduação, residência e mestrado da Faculdade de Ciências Médicas – FCM e da Faculdade de Enfermagem Nossa Senhora das Graças – FENSG.

Em março de 1999, o Laboratório de Patologia Clínica do CISAM recebeu o certificado de Qualidade do Ministério da Saúde, representado pela Coordenação Nacional DST/AIDS. Indicado para representar Pernambuco no concurso ao Prêmio Galba Araújo, o CISAM foi referenciado pelo Ministério da Saúde para ser um Centro de Treinamento destinado a Médicos e Enfermeiros na Abordagem Sindrômica das Doenças Sexualmente Transmissíveis.

Tendo como carro-chefe a Humanização da Assistência ao Parto e ao Nascimento, o CISAM desenvolve diversos programas com esse objetivo, como os programas: Iniciativa Hospital Amigo da Criança, Assistência à Mulher Vítima de Violência, Mãe Canguru, DST/AIDS, Triagem Neonatal (teste do pezinho) e Casa da Mulher-albergue social e centro de treinamento para o parto natural.

Sempre em busca de uma Assistência Humanizada, a direção do CISAM promove trabalho de sensibilização com seus profissionais, visando a uma nova relação destes com os usuários. Como exemplo tem-se a garantia do direito de acompanhante a todas as mulheres durante o internamento. Também é dado ao pai o direito de assistir ao parto do seu filho, seja parto natural ou cirúrgico.

O CISAM conta ainda com uma Comissão de Humanização da Assistência Hospitalar, baseada no Programa Nacional de Humanização da Assistência Hospitalar, elaborado pelo Ministério da Saúde. A comissão tem o intuito de fortalecer as iniciativas e trabalhar para a implantação de ações que promovam cada vez mais o atendimento humanizado. As reuniões costumam ocorrer semanalmente, com 13 membros de diversas áreas de saúde.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

E-mail: cisam@cisamupe.com.br
Página Oficial