Centro para Ciência e Cultura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Parte de uma série de artigos sobre
Design inteligente
Um relógio de bolso do tipo savonette
Conceitos

Complexidade Irredutível
Complexidade especificada
Universo bem afinado
Designer inteligente
Realismo teísta
Criacionismo
Tedeísmo

Movimento
do design inteligente

Cronologia
Discovery Institute
Center for Science and Culture
Estratégia da cunha
Análise Crítica da Evolução
Ensine a Controvérsia
Design inteligente na política
Kitzmiller v. Dover Area School District

Reações

Judaísmo · Católica Romana
Organizações científicas

Portal do Criacionismo

O Centro para Ciência e Cultura (Center for Science and Culture em inglês), anteriormente conhecido como Centro para a Renovação da Ciência e Cultura (Center for the Renewal of Science and Culture, em inglês), faz parte do Discovery Institute, um think tank conservador cristão[1] baseado nos Estados Unidos. O centro realiza lobbying para a inclusão do design inteligente (uma reformulação do criacionismo) no currículo de ciências de escolas públicas como uma explicação para as origens da vida e do universo ao mesmo tempo em que lança dúvidas sobre a teoria da evolução ao representá-la como uma "teoria em crise"[2]

A posição do Centro é rejeitada pela maioria esmagadora da comunidade científica que considera o design inteligente uma pseudociência e a teoria da evolução como uma teoria científica amplamente aceita através do consenso científico.[3]

O Centro para Ciência e Cultura possui a posição de facto de hub do movimento do design inteligente. Praticamente todos os principais defensores do design inteligente são ou assessores do centro, oficiais, ou fellows. Stephen C. Meyer, um fellow do Discovery Institute é o fundador do centro, e serve como Fellow Sênior e Diretor do Programa,[4] e Phillip E. Johnson é o Assessor do Programa.[5] Johnson é normalmente apresentado como o pai do movimento e o arquiteto da Estratégia da cunha e da campanha Ensine a controvérsia, também como da Emenda Santorum.

Referências

  1. Patricia O’Connell Killen, a religion professor at Pacific Lutheran University in Tacoma whose work centers around the regional religious identity of the Pacific Northwest, recently wrote that "religiously inspired think tanks such as the conservative evangelical Discovery Institute" are part of the "religious landscape" of that area. Intelligent Design: Creationism's Trojan Horse, A Conversation With Barbara Forrest, Church & State, Feb 2005
  2. Understanding the Intelligent Design Creationist Movement: Its True Nature and Goals. A Position Paper from the Center for Inquiry, Office of Public Policy Barbara Forrest. May, 2007.
  3. "99.9 percent of scientists accept evolution" Cynthia Delgado, Finding the Evolution in Medicine, nih record, Vol. LVIII, No. 15 National Institutes of Health. July 28, 2006
  4. Discovery Institute - Stephen C. Meyer www.discovery.org. Visitado em 2009-02-13.
  5. CSC - Center for Science and Culture www.discovery.org. Visitado em 2011-04-26.
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.