Cerco de Acre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O cerco de Acre

O Cerco de Acre foi um dos primeiros confrontos da Terceira Cruzada, que durou de 28 de agosto de 1189 até 12 de julho de 1191, e pela primeira vez na história que o rei de Jerusalém foi obrigado a supervisionar, pessoalmente, a defesa da Terra Santa.[1] Foi também o pior momento de todo o período das Cruzadas para a classe dominante cristã do oriente.[2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Gillingham, John (2006). "Acre, Siege of 1189-1191". The Crusades: An Encyclopedia 1. Ed. Alan V. Murray. Santa Barbara, California: ABC-CLIO. 12–13. OCLC 70122512. 
  2. Rickard, J (12 November 2001). "Siege of Acre, August 1189-12 July 1191", Accessed October 12, 2007.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • (em inglês) James Jr Reston (2001). "Warriors of God: Richard the Lionheart and Saladin in the Third Crusade". Random House, New York. ISBN 0-385-49561-7.
  • (em inglês) Itinerarium Peregrinorum et Gesta Regis Ricardi, ed. William Stubbs, Rolls Series, (London: Longmans, 1864) III, 1, 5, 13, 17–18 (pp. 210–11, 214–17, 224–26, 231–34), traduzido por James Brundage, The Crusades: A Documentary History, (Milwaukee, WI: Marquette University Press, 1962), 175–81 [1]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cerco de Acre